Fundos têm resgates líquidos de R$ 3,6 bilhões

Os fundos de investimento tiveram resgates líquidos de R$ 3,6 bilhões na primeira semana de novembro, segundo dados da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). O resultado é a diferença entre os R$ 118,4 bilhões aplicados e R$ 122 bilhões sacados pelos investidores entre 3 e 6 de novembro.

 

Fundos têm resgates líquidos de R$ 23,5 bilhões

Os fundos de investimento tiveram resgates líquidos R$ 23,5 bilhões de 1º até 23 de outubro, segundo dados da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). O montante é a diferença entre os R$ 490,8 bilhões aplicados e os R$ 514,3 bilhões sacados pelos investidores no período.

Fundos têm captação líquida positiva de R$ 46,6 bilhões

Os fundos de investimento tiveram captação líquida positiva de R$ 46,6 bilhões de 1º até 11 de setembro, segundo dados da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). O resultado é a diferença entre os R$ 293,6 bilhões aplicados e R$ 247 bilhões sacados pelos investidores no período. Do total de recursos movimentados no mês, quase a totalidade (86%) correspondeu aos fundos de renda fixa.

Fundos de renda fixa têm melhor captação líquida do ano

Em agosto, os fundos de renda fixa registraram a melhor captação líquida mensal positiva de 2020, totalizando R$ 44,5 bilhões. De acordo com dados da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), o montante é maior que todos os meses do ano, inclusive janeiro e fevereiro, antes do início da pandemia de Covid-19.

Fundos de investimento têm captação líquida de R$ 63,7 bilhões em julho

Segundo a ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), os fundos de investimento registraram captação líquida de R$ 63,7 bilhões entre os dias 1º e 31 de julho. Esse foi o melhor mês de 2020 - o resultado corresponde à diferença entre os R$ 761,9 bilhões aplicados e os R$ 698,2 bilhões resgatados pelos investidores.

Assinar este feed RSS