Poupança

Como funciona o aniversário da poupança?

aniversário da poupança

Não é novidade para ninguém que a poupança é uma das aplicações mais queridinhas entre os brasileiros, porém, a maioria não sabe como funciona a rentabilidade desse investimento. Uma das curiosidades é que o aniversário da poupança é um dos aspectos principais na forma de retorno.

Aniversário da poupança é aquela data mensal em que a aplicação rende, onde cada depósito possui um aniversário da poupança exatamente igual ao dia em que ele foi realizado, ou seja, se fizer uma aplicação dia 10 de abril e outra dia 20 de abril, a primeira terá rendimento no próximo dia 10 enquanto a segunda no próximo dia 20.

Por exemplo, se você depositou R$ 80,00 no dia 12 de abril, esse dia será o aniversário da poupança. E sempre nessa data será creditado o rendimento dessa aplicação ao total investido. Mas se no mês seguinte, o dia 12 cair em um fim de semana ou feriado, o rendimento é creditado apenas no próximo dia útil.

E outro detalhe, se o primeiro depósito ocorrer nos dias 29, 30 e 31, o aniversário será no dia 1 do mês seguinte. Agora se você fizer um resgate antes do aniversário ou muitos dias depois, você não terá o rendimento completo.

Com isso, o único dia para resgatar o seu dinheiro da poupança que você não perde dinheiro é exatamente no dia do aniversário da poupança. Antes ou depois significa prejuízo.

Quanto rende o aniversário da poupança?

O rendimento da poupança é formado basicamente por duas taxas, a básica e a adicional.

A taxa básica, chamada de TR, é calculada diariamente pelo governo e a taxa de rendimento da poupança, calculada da mesma forma pelos bancos. Já a adicional possui duas variações que dependem da taxa básica de juros, a Selic. Caso a Selic seja mais do que 8,5%, a taxa adicional é de 0,5% ao mês. E se a taxa Selic for igual ou menor que 8,5%, a taxa adicional equivale a 70% da Selic.

(Redação – Investimentos e Notícias)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.