Negócios

Gol registra prejuízo de R$ 2,85 bilhões no 2T22

gol linhas aéreas

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes divulgou que no segundo trimestre de 2022 registrou um prejuízo líquido de R$ 2,85 bilhões, revertendo resultado positivo de R$ 642,9 milhões no mesmo período de 2021.

A receita líquida mais que triplicou para R$3,24 bilhões. As receitas auxiliares, principalmente de SMILES e GOLLOG, cresceram 75% para R$246,4 milhões.

O EBIT recorrente foi positivo em R$50,8 milhões com margem de 1,6%, enquanto o EBITDA recorrente foi positivo de R$ 439 milhões com margem de 13,5%.

O número de passageiro-quilômetro transportado pago (RPK) aumentou 103,0%, enquanto o total de assento-quilômetro Ofertado (ASK) cresceu 123,7%.

A taxa de ocupação média (load factor) diminuiu 7,9 pp para 77,2%. A taxa de ocupação doméstica registrada foi 8,5 pp inferior à do 2T21, enquanto a taxa de ocupação internacional foi de 86,7%.

A utilização das aeronaves foi de 10,2 horas por dia, um ganho de 27,5% na produtividade.

O número de passageiros transportados pela GOL dobrou para 5,8 milhões, que foi equivalente a 71,4% do registrado no 2T19 (pré-pandemia).

A receita líquida por assento-quilômetro ofertado (RASK) evoluiu 41% para R$35,94 centavos.

O yield médio por passageiro cresceu 66,2% e registrou um recorde de R$43 centavos para a Companhia.

(Redação – Investimentos e Notícias)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.