Bolsa de Valores

Como garantir uma renda extra todos os meses investindo em Fundos Imobiliários

melhores fundos imobiliários

O interesse dos brasileiros em investir em imóveis vem de longa data, mas nos últimos anos esse interesse no mercado imobiliário está mudando de perfil. O que se via há alguns anos era a compra de imóveis para se garantir um capital ou até mesmo uma renda vinda dos aluguéis. Com o passar dos anos, no entanto, o brasileiro percebeu que é possível investir no mercado imobiliário sem ter que comprar um imóvel. Uma mostra desse novo comportamento é o crescente interesse nos Fundos Imobiliários que aumenta a cada ano, atingindo a marca de 1,7 milhão de investidores em junho de 2022.

Os Fundos de Investimento Imobiliário, os chamados FIIs, são uma classe de ativos de renda variável que reúne cotistas para, com os recursos levantados, aplicar em demais ativos do mercado imobiliário como galpões logísticos ou industriais, prédios de escritórios, shoppings, hotéis, certificados de recebíveis imobiliários, letras de crédito, entre outros. São considerados um investimento seguro e uma de suas principais características é a diluição do risco do investimento, o que resulta na expansão do mercado como um todo.

“Os Fundos Imobiliários são excelentes alternativas para investir em ativos reais, ou seja, ligados a bens físicos da nossa economia. Com o atual cenário macroeconômico, investir nessa categoria através dos FIIs pode facilitar nosso entendimento por trás das aplicações e deixar mais acessível a exposição ao setor imobiliário. Hoje nós temos excelentes Fundos Imobiliários pagando altos rendimentos de forma segura e consistente”, comenta o Analista de Investimentos da Toro, João Freitas.

Conheça as diferentes vantagens em investir no mercado de Fundos Imobiliários:

  • Segurança: os melhores FIIs buscam grandes e ótimos empreendimentos e bons inquilinos, além de contar com gestão profissional para a administração dos recursos e expansão do fundo.
  • Custa pouco investir: com poucos reais já é possível adquirir cotas dos principais Fundos Imobiliários.
  • É fácil comprar e vender: sem burocracia, os Fundos Imobiliários têm bastante liquidez no mercado.
  • Rende todos os meses: o resultado dos lucros com aluguéis e venda dos imóveis são distribuídos mensalmente para os cotistas, gerando uma renda passiva constante. Com um investimento de R$ 100 mil é possível gerar uma renda de valores próximos a um salário mínimo mensal.  O Fundo Imobiliário CVBI11, por exemplo, gera mais de R$ 1 mil por mês.
  • Menos impostos: tais rendimentos recebidos estão isentos de Imposto de Renda.
  • Carteira diversificada: assim como nas ações, ao entender como investir em Fundos Imobiliários, os investidores podem diversificar sua carteira de FIIs, aportando em diferentes tipos de imóveis.

Como montar uma carteira de investimentos em Fundos Imobiliários

Falando em diversificação, é possível montar uma carteira de Fundos Imobiliários (FIIs) que reúna as melhores opções disponíveis no mercado. Para isso o investidor deve levar em consideração alguns pontos importantes como:

  • Analisar o histórico e diversificar em mais de uma gestora competente.
  • Dar preferência aos FIIs com maior liquidez.
  • Investir em FIIs com bons imóveis e bons inquilinos.
  • Investir em FIIs de diferentes tipos (tijolo, papel, híbridos, Fundos de Fundos).
  • Diversificar os FIIs em tipos de imóveis (logísticos, industriais, edifícios, etc).
  • Aplicar em Fundos Imobiliários que atuem em diferentes regiões geográficas.
  • Nos FIIs de papel, avaliar a carteira do FII e seus indexadores (IPCA, CDI, IGP-M).
  • Dar pesos semelhantes aos FIIs dentro da sua carteira para minimizar o risco.

Com essas informações em mente, é possível visualizar as vantagens de entrar no mercado de Fundos Imobiliários para valorizar seu patrimônio. Quem deseja ajuda profissional para saber quais os melhores ativos deste setor, pode acessar gratuitamente a carteira com os melhores FIIs para investir no momento, elaborada pelos Analistas da Toro Investimentos.

(Redação – Investimentos e Notícias)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.