Negócios

Lucro líquido do Bradesco cresce 11,4% no 2T22

bradesco

O Bradesco divulgou na quinta-feira (04) que encerrou o segundo trimestre de 2022 com lucro líquido de R$ 7,041 bilhões, um aumento de 11,4% em comparação ao mesmo período do ano anterior. A performance em relação aos períodos anteriores é resultado do desempenho da margem financeira com clientes, das receitas de prestação de serviços e do resultado de seguros, que no agregado absorveram o impacto das maiores despesas com PDD e da redução da margem com mercado, evidenciando o equilíbrio e a diversificação das atividades financeiras e de seguros.

O banco encerrou o trimestre com carteira de crédito de R$ 855,381 bilhões, um aumento de 17,7% em relação ao 2T21, e alta de 2,5% em três meses. As maiores contribuições vieram das pessoas físicas, com alta de 19,6%, embora a carteira para empresas tenha crescido robustos 16,6%.

No trimestre, a margem financeira com clientes atingiu R$ 16,9 bilhões, apresentando crescimento em todos os períodos – com melhora do spread desde o 3T21. O Bradesco permanece com receitas de prestação de serviços consistentes e nos maiores níveis históricos. As operações de seguros também continuaram em ascensão, com sólido resultado de R$ 3,7 bilhões (+136% vs. 2T21) e ROAE trimestral de 20,9%, favorecidas pelo crescimento do faturamento (+19% vs. 2T21) e pelo resultado financeiro.

(Redação – Investimentos e Notícias)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.