Negócios

Cielo reporta maior lucro líquido desde 4T18

cielo

A Cielo (CIEL3), líder do setor de maquininhas no Brasil, divulgou ontem (02) que encerrou o segundo trimestre de 2022 com lucro líquido de R$ 635,3 milhões, 252,2% maior que o do mesmo período do ano passado, o melhor resultado desde o quarto trimestre de 2018. O trimestre foi marcado por forte desempenho operacional em adquirência e na Cateno.

O lucro líquido recorrente atingiu R$383 milhões, registrando crescimento de 112,5% sobre o resultado reportado um ano antes, no 2T21.

O resultado operacional se beneficiou do crescimento do volume capturado, recuperação do yield de receita, contínuo controle de gastos, expansão do negócio de antecipação de recebíveis e desempenho recorde da Cateno.

O volume transacionado pela Cielo Brasil atinge recorde no 2T22, com R$221 bilhões, registrando crescimento de 33,8% sobre 2T21 e 11,4% sobre trimestre anterior.

Os produtos de prazo, soluções que permitem aos clientes da Cielo antecipar seus fluxos de recebíveis, oriundos de transações a crédito à vista e parcelado, totalizaram R$29 bilhões em volume antecipado, crescimento de 58,1% frente ao 2T21. Dentre os produtos de prazo, destaque para a expansão da linha de aquisição de recebíveis, que alcançou 9,8% de penetração, ante 8,1% no 2T21.

As receitas líquidas da Cielo Brasil cresceram 34,3% sobre 2T21, com a expansão dos volumes e a recuperação do yield de receita.

Acompanhe resultados do 2T22 de outras empresas aqui.

(Redação – Investimentos e Notícias)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.