Vendas líquidas da Kraft Heinz crescem 3,3%

  •  
Vendas líquidas da Kraft Heinz crescem 3,3% Foto: Divulgação

A Kraft Heinz Company, responsável pelas marcas Heinz, Kraft e Quero no Brasil, anunciou nesta quinta-feira, 30, os resultados referentes ao primeiro trimestre de 2020.

Segundo a companhia houve aumento nas vendas líquidas, alta nos ganhos e diminuição no prejuízo em relação ao mesmo período do ano passado. No Brasil, as vendas aumentaram em aproximadamente 10% e houve ganho de market share nas principais categorias, como ketchup, maionese e molhos.

As vendas líquidas tiveram um aumento de 3,3% versus o mesmo período do ano anterior, o que representa $6,2 bilhões de dólares. As vendas líquidas orgânicas aumentaram 6,2% em relação ao mesmo período do ano anterior como resultado do crescimento da demanda relacionada à pandemia da COVID-19.

Nos Estados Unidos o crescimento das vendas líquidas foi de 6,4% em relação a 2019, um total de $4.5 bilhões de dólares, atribuído ao consumo acelerado no varejo em março por conta da pandemia da COVID-19. Pricing teve aumento de 2,4% em relação ao mesmo período, resultado de uma combinação de listas de preços mais altas para neutralizar aumento da inflação de commodities na cadeia de laticínios, além da redução de atividades promocionais. O Volume/Mix teve aumento de 4% devido ao crescimento em diversas categorias, entre elas Mac & Cheese, condimentos e molhos, bebidas ready to drink e nuts.

As vendas líquidas da área chamada de Internacional - que inclui o Brasil e o restante da América Latina, Europa, Oriente Médio, Ásia e África- aumentaram 1,3% em relação ao ano anterior, o que representa $1,3 bilhão de dólares, enquanto as vendas líquidas orgânicas cresceram 6,9% em relação ao mesmo período, devido ao aumento da demanda proveniente da pandemia. Pricing teve um crescimento de 1,7% devido ao aumento de preço na América Latina, incluindo mercados com altas na inflação, bem como alguns aumentos de preço de categorias específicas na Austrália e no Reino Unido. Volume/Mix também teve aumento de 5,2% devido ao crescimento do consumo de varejo de mercados emergentes, porém concentrado no Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia e Rússia.

No Canadá, a venda líquida foi 19,8% abaixo do mesmo período no ano passado, resultando em $361 milhões de dólares. Venda líquida orgânica teve aumento de 2.2% em relação ao mesmo período, enquanto Pricing caiu 6,4%, refletindo queda nos preços de foodservice. O Volume na região cresceu 8,6% graças à grande demanda do molho de tomate Kraft Diner Classico e da manteiga de amendoim Kraft.

(Redação - Investimentos e Notícias)