Abertura de empresas tem alta de 13,4% em novembro

  •  
Abertura de empresas tem alta de 13,4% em novembro (Foto: Pexels) Abertura de empresas tem alta de 13,4% em novembro

De acordo com o Indicador de Nascimento de Empresas da Serasa Experian, foram criados 292.268 mil negócios no país em novembro de 2020, um avanço de 13,4%, na comparação com o mesmo recorte do ano anterior. Este aumento foi impulsionado principalmente pelas Sociedades Limitadas, negócios que são formados por dois ou mais empreendedores, que totalizaram 40,3 mil no mês analisado. O aumento dos empreendimentos desta natureza jurídica foi de quase 80%.

 

Para o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, mesmo que o nível de confiança financeira de empresários e consumidores não tenha sido integralmente restaurado aos níveos pré-pandemia, a abertura de um negócio continua sendo uma opção para aqueles que carecem de geração de renda. O salto das sociedades limitadas transparece esse fato. “Muitas vezes, abrir uma empresa com alguém pode ser um incentivo, tanto moral como financeiro, por isso as Sociedades Limitadas vêm a calhar. Duas ou mais pessoas que perderam o emprego durante a crise econômica podem se juntar e começar a empreender, não só por vocação, mas por necessidade”, conclui o economista.

O aumento na análise ano a ano também fez com que a representatividade das Sociedades Limitadas aumentasse cinco pontos percentuais, saindo de 8,8% em novembro do ano passado e atingindo 13,8% neste ano. Os MEIs, pelo grande volume de empresas já abertas na categoria, tiveram redução de 0,8 p.p. Empresas Individuais também tiveram queda, de 3,4 p.p.

Expectativa de venda faz comércio crescer em novembro

Feita a análise por setor, o indicador revela no ano a ano que o Comércio foi o segmento que mais cresceu em novembro/20 (+27,2%). Segundo Rabi, esse avanço pode ser justificado pela Black Friday e pelas festas de fim de ano, já que muitos empresários costumam enxergar essa época como uma boa oportunidade para iniciar e alavancar novos negócios. Indústrias tiveram alta de 15,8% e Serviços apenas 8,5%, ainda que a área se destaque no percentual de representatividade.

Ainda no mesmo recorte interanual todas as regiões apontaram crescimento. O destaque fica para região Sul, que registrou alta de 18,3% na abertura de empresas. Em seguida estão Norte (14,0%), Centro-Oeste (13,9%), Sudeste (13,5%) e Nordeste (7,9%).

(Redação - Investimentos  e Notícias)