Atividade econômica melhora lentamente, mostra FED

  •  
Atividade econômica melhora lentamente, mostra FED (Foto: Pexels) Atividade econômica melhora lentamente, mostra FED

O Federal Reserve (FED) divulgou nesta quarta-feira, 02, o Livro Bege. O relatório mostrou que a atividade econômica aumentou entre a maioria dos distritos norte-americanos, mas os ganhos foram geralmente modestos e a atividade permaneceu bem abaixo dos níveis anteriores à pandemia de COVID-19. 

Contudo, os gastos dos consumidores continuaram a crescer, impulsionados por fortes vendas de veículos e algumas melhorias nos setores de turismo e varejo. Mas, muitos locais notaram um ritmo lento de crescimento nessas áreas e os gastos totais ainda estavam muito abaixo dos níveis pré-pandemia. 

A construção residencial foi um ponto positivo, mostrando crescimento e resiliência em muitos distritos. As vendas de imóveis residenciais também foram notavelmente maiores, com os preços subindo junto com a demanda e uma escassez de estoque. 

No setor bancário, a demanda geral por empréstimos aumentou ligeiramente, impulsionada pela sólida atividade de hipotecas residenciais. 

Emprego e salário

De acordo com o relatório, o emprego aumentou de modo geral entre os distritos, com ganhos na indústria sendo citados com mais frequência. No entanto, alguns distritos também relataram desaceleração do crescimento do emprego e aumento da volatilidade das contratações, especialmente nas indústrias de serviços, com aumento dos casos de dispensa permanente de trabalhadores licenciados, pois a demanda permaneceu fraca. As empresas continuaram a ter dificuldade em encontrar a mão de obra necessária, um problema agravado pela disponibilidade de creches, bem como a incerteza sobre o próximo ano letivo e benefícios de desemprego. Os salários foram fixos a ligeiramente mais altos na maioria dos distritos, com maior pressão citada entre os cargos com salários mais baixos.

Algumas empresas também rescindiram cortes salariais anteriores. Outros, no entanto, procuraram reduzir o pagamento de riscos para empregos de alta exposição, embora alguns tenham optado por não fazê-lo para fins de moral e recrutamento do pessoal.

Preços 

As pressões sobre os preços aumentaram desde o último relatório, mas permaneceram modestas. Embora os preços dos insumos geralmente subam mais rápido do que os preços de venda, eles foram moderados no geral. As exceções notáveis incluíram insumos com picos de demanda ou interrupções na cadeia de suprimentos, como madeira estrutural, cujos preços dispararam. Vários distritos também relataram que os custos com equipamentos de proteção individual e insumos permaneceram elevados. As taxas de transporte de carga aumentaram em vários distritos devido ao ressurgimento da procura. Em contraste, contatos em distritos múltiplos citaram demanda fraca ou falta de poder de precificação como um fator por trás do crescimento mais lento no varejo ou outros preços de venda.

(Redação – Investimentos e Notícias)