Taxa de desocupação recua no trimestre, mostra IBGE

A taxa de desocupação (12,4%) no trimestre julho-agosto-setembro 2017, recuou 0,6 ponto percentual em relação ao trimestre abril-maio-junho (13,0%), segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação ao mesmo trimestre de 2016, quando a taxa foi de 11,8%, houve alta de 0,6 ponto percentual.

Taxa de desocupação é de 13,3% entre março e maio

A taxa de desocupação foi estimada em 13,3% no trimestre março-abril-maio 2017, permanecendo estável em relação ao trimestre dezembro-janeiro-fevereiro, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, quando a taxa foi estimada em 11,2%, o quadro foi de elevação (2,1 pontos percentuais). Esta foi a maior taxa de desocupação para o trimestre terminado em maio desde o início da série da pesquisa, no 1º trimestre de 2012.

Taxa de desocupação chega a 13,2% no trimestre encerrado em fevereiro, mostra PNAD Contínua

A taxa de desocupação foi estimada em 13,2% no trimestre móvel encerrado em fevereiro de 2017, com altas de 1,3 ponto percentual frente ao trimestre móvel anterior (setembro a novembro de 2016 -11,9%) e de 2,9 pontos percentuais em relação ao mesmo trimestre móvel de 2016, quando a taxa foi estimada em 10,2%. Essa foi a maior taxa de desocupação da série histórica, iniciada em 2012. Estas informações foram divulgadas nesta sexta-feira, 31, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Taxa de desocupação foi de 11,9% em novembro

A taxa de desocupação do trimestre móvel de setembro a novembro de 2016 (11,9%) foi a mais elevada desde o início da série, em 2012, embora tenha ficado estatisticamente estável em relação à taxa do trimestre móvel de junho a agosto de 2016 (11,8%), segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação ao mesmo trimestre de 2015 (9,0%), houve alta de 2,9 pontos percentuais.

Taxa de desocupação é de 11,3% no trimestre

A taxa de desocupação foi estimada em 11,3% no trimestre móvel encerrado em junho de 2016, ficando 0,4 ponto percentual acima da taxa do trimestre que terminou em março (10,9%), segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com o mesmo período de 2015 (8,3%), o quadro também foi de acréscimo (3,0 pontos percentuais).

Taxa de desocupação fica em 7,6% no mês de setembro

A taxa de desocupação em setembro de 2015 foi estimada em 7,6% para o conjunto das seis regiões metropolitanas investigadas, mesmo resultado do mês anterior, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No confronto com setembro de 2014, a taxa subiu 2,7 pontos percentuais (passou de 4,9% para 7,6%). A população desocupada (1,9 milhão de pessoas) não apresentou variação frente a agosto, mas cresceu 56,6% em relação a setembro de 2014, representando mais 670 mil pessoas em busca de trabalho. A população ocupada foi estimada em 22,7 milhões para o conjunto das seis regiões, refletindo estabilidade na análise mensal e retração de 1,8% (menos 420 mil pessoas) na comparação com setembro de 2014. 

Taxa de desocupação cresce no 1T15, mostra PNAD Contínua

A taxa de desocupação, no Brasil, foi estimada em 7,9% no 1º trimestre de 2015, a maior taxa verificada desde o 1º trimestre de 2013 (8,0%), segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esta estimativa cresceu tanto na comparação com o 4º trimestre de 2014 (6,5%), quanto com o 1º trimestre de 2014 (7,2%).

Assinar este feed RSS