Cooperativas agrícolas criam projeto para incluir sustentabilidade em pequenas e médias empresas

  •  
Cooperativas agrícolas criam projeto para incluir sustentabilidade em pequenas e médias empresas Foto: Divulgação Cooperativas agrícolas criam projeto para incluir sustentabilidade em pequenas e médias empresas

Com o objetivo de apoiar a adoção de práticas de gestão mais sustentáveis pelos seus técnicos agrícolas e cooperados, a Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano (COMIGO) e Coopercitrus Cooperativa de Produtores Rurais, utilizam o Programa Gestão Sustentável - Ecoeficiência aplicada na Cadeia de Valor. Trata-se de um modelo de ferramenta de educação corporativa, com metodologia desenvolvida exclusivamente pela Fundação Espaço ECO® (FEE®) - instituída pela BASF, para apoiar pequenas e média empresas, produtores rurais e organizações na atuação em sua cadeia de valor, por meio da formação e capacitação para uma gestão orientada à sustentabilidade. A aplicação da ferramenta é uma iniciativa da BASF, em parceria com as cooperativas e realizada pela Fundação Espaço ECO®.

Entre os meses de maio e agosto, uma turma de 30 pessoas da cooperativa COMIGO participou do Programa estruturado em três módulos de formação, incluindo palestras e atividades práticas relacionadas ao dia a dia do produtor rural. O Programa auxiliou os participantes no melhor aproveitamento de insumos, redução de desperdícios, destinação dos resíduos, melhoria dos processos internos, entre outras ações.

Entre os participantes, estavam os pequenos produtores de gado Sr. Hugo Luz de Oliveira e a Sra. Nair da Silva Oliveira Em sua propriedade, se dedicam a produção de gado e para otimizar o uso de suas terras desenharam um novo modelo de negócio que possibilitou que cedessem parte das terras para um outro produtor de gado, apoiando-o a sair da informalidade. No último encontro do programa, realizado em suas propriedades, os demais participantes identificaram outras possibilidades de incremento da produção e cuidados com o meio ambiente.

"Nessa parceria todos ganham, nós da COMIGO faremos com que nosso técnico e cooperados, trabalhem temas importantes, como a gestão de riscos, agregando valor intangível ao negócio e reputação. Queremos apoiar nossos cooperados para que tenham destaque no mercado", afirma Antonio Chavaglia, presidente da COMIGO.

O grande diferencial da iniciativa é trazer o tripé da sustentabilidade para a realidade do produtor. Os três módulos passarão por temas, como a apresentação do tema sustentabilidade aos participantes e o conhecimento da realidade, desafios e oportunidades do produtor, passando pela análise de processos e identificação de melhorias, até se chegar à aplicação de práticas na propriedade.

Agora, entre os meses de setembro e novembro, uma turma de 30 pessoas da Coopercitrus está participando do Programa. A ideia é que após participar do Programa este grupo adapte seu modelo de negócio conforme indicação da metodologia aplicada. Para João Pedro Matta, diretor vice-presidente da Coopercitrus, a sustentabilidade está cada vez mais incorporada no dia-a-dia dos proprietários rurais. "O que falta é mais informação e capacitação técnica para que, além de apoiar o meio ambiente essas iniciativas mostrem ao produtor que não são custos, mas investimentos necessários para o sucesso de seu negócio.

"O que queremos é que cada gestor seja capaz de identificar as questões críticas de sustentabilidade na sua empresa e iniciar as melhorias a partir desse ponto. Internalizando o conhecimento, conseguem definir prioridades e perceber que com pequenas medidas, e sem a necessidade de altos investimentos, podem tornar-se mais competitivos e lucrativos. A sustentabilidade precisa deixar de ser vista como custo e sim como um investimento, a fim de gerar valor e a dar longevidade aos negócios", afirma Roberto Araújo, diretor-presidente da Fundação Espaço ECO®.

(Redação- Agência IN)