Setor público registra superávit primário de R$3,7 bilhões em outubro

O Banco Central divulgou nesta sexta-feira, 28, que o setor público consolidado registrou superávit primário de R$3,7 bilhões em outubro. O Governo Central apresentou superávit primário de R$4,9 bilhões; e os governos regionais e as empresas estatais, déficits de R$741 milhões e R$434 milhões, respectivamente.

Taxas de juros das operações de crédito crescem em outubro

O Banco Central divulgou nesta quarta-feira, 26, que a taxa média de juros das operações de crédito do sistema financeiro, computadas as contratações com recursos livres e direcionados, atingiu 21,3% a.a. em outubro, após aumentos de 0,3 p.p. no mês e 1,5 p.p. em doze meses. O custo médio do crédito livre situou-se em 32,8% a.a., com avanços de 0,9 p.p. no mês e 3,8 p.p. em doze meses. No crédito direcionado, a taxa média alcançou 7,9% a.a., após retração de 0,2 p.p. no mês e crescimento de 0,5 p.p. em doze meses.

Balanço de pagamentos apresentou superávit em outubro

O balanço de pagamentos apresentou superávit de US$267 milhões em outubro, segundo dados do Banco Central (BC). O déficit em transações correntes somou US$8,1 bilhões no mês e US$70,7 bilhões no ano. Nos doze meses encerrados em outubro, as transações correntes acumularam déficit de US$84,4 bilhões, equivalente a 3,73% do PIB. Na conta financeira, destacaram-se os ingressos líquidos de investimentos estrangeiros em carteira, US$5,3 bilhões, e investimentos estrangeiros diretos (IED), US$5 bilhões.

Estoque de reservas internacionais cresce em outubro

O Banco Central (BC) divulgou nesta segunda-feira, 24, que o estoque de reservas internacionais no conceito liquidez atingiu US$376 bilhões em outubro, acréscimo de US$320 milhões em relação ao mês anterior. Em outubro, o estoque de linhas com recompra manteve-se no mesmo patamar de agosto e setembro, US$200 milhões. A receita de remuneração das reservas somou US$245 milhões.
 

Assinar este feed RSS