Ibovespa acumulou queda de 0,07% na semana

  •  
Ibovespa acumulou queda de 0,07% na semana (Foto: Pexels) Ibovespa acumulou queda de 0,07% na semana

Quando parecia que teríamos uma semana de recuperação, o exterior pesou mais uma vez sobre a Bolsa brasileira. Apesar de ter fechado muito próximo da estabilidade, o Ibovespa operou no positivo até sexta-feira, quando a queda de 1,81% levou embora todos os ganhos. Na semana, o indicador acumulou queda de 0,07%.

Segundo os analistas da Toro Investimentos, o anúncio da manutenção dos juros nos Estados Unidos e no Brasil veio acompanhado de preocupações de que a economia mundial pode precisar de estímulos pelos próximos anos para retomar seu vigor.

Além disso, a retomada dos casos de Covid-19 na Europa lembraram os investidores de que a pandemia ainda segue em curso e que novas rodadas de fechamentos e prejuízos econômicos continuam no radar.

Economia

Na quarta-feira, o Banco Central manteve a Taxa Selic em 2% a.a. Poucos esperavam que a decisão fosse outra. De um lado, a crise econômica ainda é muito séria, um aumento dos juros poderia atrapalhar a recuperação. De outro, a inflação de alimentos e do atacado preocupa e evitou que a autoridade monetária desse mais um passo de estímulo em sua política.

Contudo, o BC argumentou que a tal pressão inflacionária parece ser um problema apenas de curto prazo e que não parece estar se espalhando para os demais setores. 

De acordo com analistas da Toro Investimentos, é provável que a Selic continue baixa por algum tempo. O Banco Central também deixou em aberto a possibilidade até de um novo corte no futuro, mas isso depende muito do quão delicada for a situação fiscal do governo, que continua preocupante. 

Empresas

A Minerva anunciou ter recebido uma oferta por uma fatia da Athena Foods, sua subsidiária com atuação na Argentina, Colômbia, Paraguai e Uruguai. A proposta por 25% da Athena avalia a subsidiária em cerca de US$1,4 bilhão, bem próximo ao valor de mercado total da Minerva.

Por outro lado, as compras de bebidas por delivery caíram nas graças do povo brasileiro e, sem perder o timing do negócio, a Ambev (ABEV3), que já tinha criado seu próprio aplicativo de delivery, aproveitou ainda mais o momento para atender ao seu público, que já estava saudoso e sedento. 

A Confederação Nacional das Revendas Ambev informou ao mercado que as vendas da Companhia cresceram 8,2% no acumulado até agosto. No melhor estilo “trupica mais não cai”, a retomada das vendas de cerveja começa a dar pequenos indícios de volumes sólidos neste trimestre. 

Somando isso, a reabertura de bares e restaurantes e a redução do isolamento social, foi o suficiente para animar os investidores, fazendo com que ABEV3 subisse 4,78% na quinta-feira (17), maior alta desde 5 de junho, e 6,23% na semana. 

Exterior

Na quarta-feira o Banco Central americano decidiu manter a taxa básica de juros inalterada. No caso deles, foi fixada na faixa de 0,00% a 0,25% ao ano. 

(Redação – Investimentos e Notícias)