Resíduos industriais e a importância de separar corretamente

Resíduos industriais e a importância de separar corretamente Foto: Divulgação Resíduos industriais e a importância de separar corretamente

No Brasil cerca de 180 mil toneladas de resíduos sólidos são recolhidos por dia e grande parte desse número vem de resíduos industriais, os dados são do IBGE. A coleta de resíduos deve fazer parte de empresas de todos os setores e, é muito mais do que cumprir o que a legislação ambiental determina. A legislação é apenas o primeiro passo, a empresa precisa ter um bom sistema de gestão ambiental e levar à sério todo o processo de gerenciamento de resíduos.

Um plano de gerenciamento de resíduos tem o objetivo de identificar todos os tipos de resíduos que a empresa produz. A partir dessas informações é feito um planejamento para separar o que pode ser reciclado, o que é material orgânico e resíduos industriais líquidos poluidores. É importante que cada tipo de resíduos tenha um descarte próprio para que não se misturem. Além disso, muitos materiais podem virar matéria prima ou insumos para serem reutilizados pelas empresas.

A importância de separar corretamente os resíduos produzidos pela sua empresa também é um tipo de marketing verde, pois as pessoas preferem cada vez mais empresas que priorizam a sustentabilidade. Uma vez que uma empresa não dá valor ao meio ambiente pode prejudicar muito a sua marca, além de estar sujeito a multas de órgãos como Cetesb, Ibama, Polícia Ambiental e Ministério Público.

Separação
É importante entender que cada item reciclável deve estar seco e livre de outras substâncias orgânicas. Por exemplo, embalagens de plástico, latas, frascos de vidros devem estar secos antes de serem depositados no lixo. Todo tipo de vidro ou material cortante deve ser embrulhado com papel grosso para evitar que outras pessoas se machuquem durante a coleta.

Os plásticos são responsáveis por 90% do lixo produzido no mundo, portanto é fundamental o cuidado com esse tipo de resíduos. Oriente os colaboradores a reutilizar itens como sacolas de plásticos, copos descartáveis e o que for possível. As empresas que produzem muitos resíduos devem seguir a legislação e são orientadas sobre os procedimentos corretos para cada resíduo que produz.

Uma solução para empresas de todos os portes é a contratação de um sistema de gestão ambiental, que contribui no processo de criação de um plano de gerenciamento de resíduos sólidos eficaz adaptado ao perfil de cada área. Um exemplo é a ferramenta VG Resíduos desenvolvida pelo Grupo Verde Ghaia, que otimiza todo o processo de gerenciamento de resíduos o que permite o controle completo e otimizado sobre o processo, além monitorar históricos e tomar decisões estratégicas baseadas em gráficos e relatórios.

(Redação - Agência IN)