Plástico Brasil vai realizar ação para promover educação ambiental

Plástico Brasil vai realizar ação para promover educação ambiental Foto: Divulgação Plástico Brasil vai realizar ação para promover educação ambiental

Numa iniciativa da Plastivida, Instituto Brasileiro do PVC, ABIMAQ, ABIQUIM e Informa Exhibitions, e com apoio da Pavan Zanetti, Piovan, Romi e Wortex Máquinas, a Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, de 20 a 24 de março, vai realizar o Recicla Plástico Brasil, uma ação com objetivo de disseminar a educação ambiental em torno da reciclagem do plástico e sua reutilização, bem como promover a sua imagem.

O projeto, que conta com o apoio institucional da Secretaria do Verde e Meio Ambiente da cidade de São Paulo, vai mostrar o ciclo de vida dos plásticos e como ele participa do dia a dia das pessoas. O Recicla Plástico Brasil também vai destacar a coleta seletiva dos plásticos, usando o estande como modelo para simular a coleta seletiva de uma cidade, formatada com a responsabilidade compartilhada entre prefeitura, sociedade civil, indústria e varejo, nos moldes da PNRS – Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Segundo Miguel Bahiense, presidente da Plastivida e do Instituto Brasileiro do PVC, a relação dos plásticos com a sociedade vem se tornando mais harmônica a partir do ponto em que a informação correta e científica sobre as características, vantagens e aplicações dos plásticos são disseminadas. “Educação ambiental é a chave para que a sociedade moderna possa usufruir dos benefícios que os plásticos oferecem ao desenvolvimento, de forma responsável, buscando na reutilização e na reciclagem não apenas uma fonte de emprego e de renda, mas também uma forma de preservar o planeta”, afirma o executivo.

Ações práticas e conhecimento

O estande do Recicla Plástico Brasil será construído para valorizar as aplicações dos plásticos nos diversos setores da sociedade e será ambientado de forma a expor produtos feitos em plástico. Na prática, o espaço vai simular ambientes como cozinha, sala/home office (ambientação, mobília e decoração utilizando o plástico), área para lazer e brinquedos, com grama sintética, mobiliários plásticos, brinquedos, deck de madeira plástica e materiais esportivos e uma área médica com os produtos de plástico, como frascos de medicamentos, próteses, bolsas de sangue e seringas, entre outros.

Convidados da Plástico Brasil poderão fazer visitas guiadas ao estande para obter uma visão mais detalhada do processo de reciclagem dos plásticos e sua aplicabilidade nos diversos segmentos da economia.

Simultaneamente e de forma complementar, o espaço vai rodar uma linha de reciclagem e transformação do plástico, que vai funcionar ao vivo dentro da feira. Neste espaço, os resíduos gerados no evento serão selecionados, tratados, moídos e transformados em novos produtos reciclados. Os equipamentos que integram a linha são de última geração, com tecnologia de ponta que garante mais produtividade e homogeneidade aos grãos, e, consequentemente, a qualidade do produto final.

O Recicla Plástico Brasil conta também com a promoção de conteúdo e conhecimento, com a realização de dois workshops. No de Sustentabilidade palestrantes vão abordar temas como o Fórum Setorial dos Plásticos – Por um Mar Limpo; Estudo de Ecoeficiência de Janelas de PVC; Programa Atuação Responsável – Melhoria Contínua da Indústria Química; Reciclagem de EPS; Sistema Completo de Reciclagem de Material Pós-Consumo.

No Workshop Mobiliários Adaptados em PVC, profissionais convidados vão aprender a usar produtos de PVC para confeccionar mobiliários adaptados a crianças com disfunção neuromotora (cadeiras, mesas, andadores). Além da oficina de construção do mobiliário, a programação inclui palestra.

Mais sustentabilidade

O Recicla Plástico Brasil conta ainda com outras atividades, que acontecem durante a feira.

Reciclagem de credenciais: as credencias da feira, confeccionadas em plástico, serão coletadas em máquinas de Papa Cartão localizadas na saída do pavilhão e no estande do Recicla Plástico Brasil. Esse material será destinado à reciclagem, viabilizando a fabricação de porta copos, placas de sinalização, caixas, marcadores de páginas, cartões de visitas e outros, que ficarão expostos no estande do projeto.

Reciclagem de EPS: haverá no estande um espaço dedicado exclusivamente ao EPS, em que será demonstrado como uma degasadora retira o ar do material reduzindo seu volume, eliminando o principal entrave para reciclagem do EPS. Haverá também uma exposição de produtos fabricados a partir de EPS reciclado.

Projeto Tampinha Legal: lançado no 2º Congresso Brasileiro do Plástico, o projeto foi idealizado pela Plastivida em parceria com o Sinplast, Simplás e Simplav, tem como objetivo incentivar coleta de tampas plásticas de garrafa para que sejam reutilizadas e recicladas. Ao final da Plástico Brasil, o material reciclado será recolhido pela Recicladora a fim de gerar recursos que viabilizem a produção de mobiliários adaptados para crianças com disfunção neuromotora.

(Redação - Agência IN)