Coleta seletiva porta a porta começa no bairro Anchieta

O bairro Anchieta recebeu a coleta seletiva porta a porta desde sexta-feira (7). O lançamento do serviço aconteceu na Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Geraldo Hypólito, e teve a presença do secretário de Serviços Urbanos, Tarcísio Secoli.

Graças à coleta seletiva porta a porta, o índice de material reciclado na cidade saltou de 0,81% para 1,76% em apenas nove meses. O projeto foi iniciado no ano passado no Rudge Ramos, Paulicéia e Jordanópolis. Em janeiro deste ano, o serviço foi expandido para o Nosso Senhor do Bonfim, Fei Mizuho, Parque Selecta e Taboão.

"A reciclagem não é uma questão apenas do meio ambiente, mas também de geração de trabalho e renda. Em São Bernardo, 130 pessoas trabalham em duas cooperativas. Elas separam e vendem o material e, assim, garantem o sustento de suas famílias", disse Tarcísio Secoli.

Os caminhões vão passar no bairro Anchieta às sextas-feiras. Os munícipes devem separar em sacolas os materiais recicláveis, como papel, plástico e metal. Em outra sacola deve ser colocado o vidro, por questões de segurança do morador e dos coletores.

Os caminhões de coleta passarão nas ruas conforme a programação pré-estipulada. Eles tocam a música da campanha para que os moradores saibam a hora que devem entregar os resíduos para o coletor. O lixo orgânico continua sendo recolhido normalmente.

Os bairros Planalto e Anchieta têm cerca de 13 mil residências. "No Rudge Ramos, por exemplo, tivemos uma experiência muito boa. Das 150 toneladas que recolhemos diariamente na cidade, 22% é da região do Rudge. Nosso trabalho é conscientizar as pessoas e atingir os 70 bairros do município até o fim do ano", completou o secretário de Serviços Urbanos.

A meta da Administração é reciclar 10% do lixo coletado no município até 2017. No fim de 2014, cerca de 6% do material descartado na cidade estará sendo reciclado.

(Redação – Agência IN)

Última modificação emSexta, 07 Março 2014 11:53