Brasil destina 23,5 mil t de embalagens vazias de defensivos agrícolas no primeiro semestre

Brasil destina 23,5 mil t de embalagens vazias de defensivos agrícolas no primeiro semestre (Foto: Divulgação) Brasil destina 23,5 mil t de embalagens vazias de defensivos agrícolas no primeiro semestre

O Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas) retirou dos campos brasileiros 23.491 toneladas do material no Brasil no primeiro semestre de 2017. O número representa um crescimento de 1,5% no total destinado em relação a igual período do ano passado e mantém o Sistema na liderança mundial, com 94% das embalagens plásticas primárias encaminhadas para correta destinação.

Os estados de Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul representam os maiores percentuais retirados – respectivamente, 24,2%, 12,6% e 10,8%. As regiões com maior porcentagem de crescimento foram Norte (6,4%) e Centro-Oeste (3%).

O Sistema superou a marca de 430 mil toneladas destinadas corretamente desde o início das operações, em 2002. O sucesso do programa mostra que o Sistema está preparado para atender à demanda da agricultura brasileira.

“O programa se mantém como referência mundial e assume especial destaque este ano, quando IBGE prevê safra recorde de grãos, com mais de 30% de crescimento em relação a 2016. Com a integração dos elos da cadeia produtiva agrícola (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público), estamos prontos para acompanhar as necessidades do setor”, ressalta João Cesar M. Rando, diretor-presidente do inpEV.

(Redação – Agência IN)