Captação líquida da poupança fica negativa no dia 22 de janeiro de 2020

  •  
Captação líquida da poupança fica negativa no dia 22 de janeiro de 2020 Foto: Divulgação Captação líquida da poupança fica negativa no dia 22 de janeiro de 2020

De acordo com os dados do Banco Central (BC), no dia 22 de janeiro de 2020 as retiradas na poupança superaram os depósitos, pelo décimo dia seguido. As retiradas somaram R$ 7,388 bilhões e os depósitos R$ 6,569 bilhões. A captação líquida ficou negativa em R$ 818 milhões.

Em janeiro, até o momento, os depósitos totalizam R$ 155,597 bilhões, as retiradas em R$ 166,915 bilhões e a captação líquida negativa em R$ 11,318 bilhões. Os rendimentos creditados somam R$ 2,098 bilhões.

Em dezembro, os depósitos em caderneta de poupança, de R$ 260,543 bilhões, superaram os saques de R$ 243,332 bilhões. Com isso, a captação líquida ficou positiva em R$ 17,211 bilhões em dezembro, pelo segundo mês seguido. Os rendimentos creditados somaram R$ 2,534 bilhões e o saldo da caderneta de poupança no mês ficou em R$ 845,464 bilhões.

(Redação - Investimentos e Notícias)