Captação líquida da poupança fica negativa em R$ 1,185 bi no dia 29/03

  •  
Captação líquida da poupança fica negativa em R$ 1,185 bi no dia 29/03 Foto: Divulgação Captação líquida da poupança fica negativa em R$ 1,185 bi no dia 29/03

De acordo com os dados do Banco Central (BC), no dia 29 de março de 2021 as retiradas na poupança superaram os depósitos. As retiradas somaram R$ 14,483 bilhões e os depósitos R$ 13,298 bilhões. A captação líquida ficou negativa em R$ 1,185 bilhão.

Em março, até o momento, os depósitos totalizam R$ 290,544 bilhões, as retiradas em R$ 299,407 bilhões e a captação líquida negativa em R$ 8,863 bilhões. Os rendimentos creditados somam R$ 1,743 bilhão.

A poupança registrou em fevereiro o segundo mês seguido de captação líquida negativa, ou seja, as retiradas foram maiores do que os depósitos, segundo dados do Banco Central (BC), divulgados nesta segunda-feira (05/04).

No mês passado, a captação líquida ficou negativa em R$ 5,833 bilhões, resultado da diferença entre depósitos no total de R$ 239,824 bilhões e saques de R$ 245,657 bilhões. Os rendimentos creditados totalizaram R$ 1,541 bilhão em fevereiro. Este ano, a poupança já acumula saídas de R$ 23,986 bilhões.

Em fevereiro de 2020, a poupança teve uma saída líquida de R$ 3,571 bilhões. Em fevereiro de 2019 a captação líquida foi negativa de R$ 4,021 bilhões.

(Redação - Investimentos e Notícias)