Intel Security revela nova estratégia para oferecer melhor proteção

  •  
O foco em sistemas de segurança integrados e abertos com a tecnologia cloud-first permite às organizações resolver mais ameaças com mais rapidez e menos recursos Foto: Divulgação O foco em sistemas de segurança integrados e abertos com a tecnologia cloud-first permite às organizações resolver mais ameaças com mais rapidez e menos recursos

Durante o evento FOCUS, em Las Vegas, a Intel Security revelou sua nova estratégia corporativa destinada a permitir que empresas de todo o mundo se defendam de maneira mais arrojada e eficaz contra violações de dados e ataques dirigidos. Por meio de um sistema de segurança mais integrado e aberto, que unifica as principais fases do ciclo de vida de defesa contra ameaças, a nova estratégia se concentra no endpoint e na nuvem como as áreas mais eficazes para a visibilidade avançada e o controle operacional. Esses pontos de controle são ativados por detecção e análise de primeira classe para ameaças. A estratégia também enfatiza uma experiência simplificada de usuários alimentada por uma gestão centralizada e uma arquitetura conectada entre a Intel e os produtos de outros fornecedores. Com esse sistema aberto e integrado, a Intel Security pretende permitir que as organizações solucionem um número maior de ameaças com mais rapidez e menos recursos.

A Intel Security continuará se dedicando à sua especialidade, que é proteger as organizações contra ameaças conhecidas e está ampliando seus investimentos em ferramentas que auxiliam a detectar novas ameaças com maior rapidez, além de automatizar fluxos de trabalho para corrigi-los rapidamente. Unificando a proteção, a detecção e a correção com o gerenciamento centralizado em tempo real num circuito adaptável de realimentação, conhecido como ciclo de vida de defesa contra ameaças, a segurança evolui e aprende num ciclo iterativo que melhora ao longo do tempo. Esse modelo auxilia as organizações a serem mais eficazes no bloqueio de ameaças, na identificação de comprometimentos e na implementação de correções, além de melhorar as contramedidas com maior rapidez.

"O aumento do volume e da complexidade dos ataques representa um círculo vicioso de problemas para as organizações, fazendo com que a velocidade e a eficiência sejam fundamentais", afirmou Chris Young, Vice-Presidente e Gerente Geral do Intel Security Group. "Com uma superfície de ataque aumentando cada vez mais rápido e uma escassez de talentos e competências adequados, os defensores precisam ganhar em termos de visibilidade das ocorrências, gerenciamento simplificado e recursos que permitam às equipes fechar o circuito em relação aos ataques em andamento, com mais rapidez, eficácia e menos recursos".

Apoiando a nova estratégia, a Intel Security também está anunciando novas soluções que, individualmente, servirão de base para futuras tecnologias e futuros produtos. O McAfee Endpoint Security 10.X é uma nova plataforma simplificada e ágil de serviços para endpoints, permitindo a proteção de dispositivos com varredura e distribuição mais rápidas. O McAfee Active Response, uma nova solução para detecção e resposta a ameaças, oferece visibilidade contínua e sob demanda, de uma série de atividades de endpoints com poderosas ferramentas automatizadas para monitorar as ocorrências de ameaças e reagir a elas. As soluções podem ser utilizadas e gerenciadas com o uso da plataforma de gerenciamento centralizado amplamente adotada da Intel Security, para uma abordagem de alta velocidade, alta precisão e em circuito fechado do ciclo de vida da defesa contra ameaças. Agora, a Intel Security também permite o uso dos padrões Structured Threat Integration Expression (STIX) e Trusted Automated eXchange of Indicator Information (TAXII), destinados a melhorar a detecção de ameaças por meio do compartilhamento de informações sobre ameaças.

(Redação - Agência IN)