Capgemini desenvolve app de gestão de projetos para Secretaria da Cultura

Iniciativa irá agilizar o monitoramento de todos os programas executados pelas Organizações Sociais parceiras, bem como das ações realizadas diretamente pela Secretaria Foto: Divulgação Iniciativa irá agilizar o monitoramento de todos os programas executados pelas Organizações Sociais parceiras, bem como das ações realizadas diretamente pela Secretaria

A Capgemini, uma das líderes globais de serviços de consultoria, tecnologia e terceirização, desenvolveu um aplicativo de gestão inédito para a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. A plataforma irá hospedar todas as informações exigidas nos contratos de gestão entre o órgão e as Organizações Sociais (OS) e poderá ser acessada tanto em computadores quanto em dispositivos móveis, como tablets e smartphones. 



Diante da necessidade de monitoramento e procedimentos de melhoria e controle, as entidades privadas, sem fins lucrativos, qualificadas como Organizações Sociais de Cultura parceiras da Secretaria precisam enviar constantemente informações sobre todos os projetos e programas pelas quais são responsáveis. Esse processo, demorado se feito manualmente, acumula um grande número de relatórios feitos em papel. A Capgemini foi contratada, por meio de licitação pública, para auxiliar a Secretaria no desenvolvimento dessa plataforma, que começou a ser elaborada em julho de 2015 e deve passar a ser utilizada a partir de janeiro de 2017.

Com este aplicativo pioneiro, a Secretaria ganha eficiência para melhor cumprir sua missão: formular, implementar e aperfeiçoar as políticas públicas de cultura, ampliando o acesso aos bens culturais e descentralizando as atividades, além de fazer a integração com as Organizações Sociais ou outras entidades e monitorar as ações executadas pelas mesmas. Entre os benefícios que devem ser alcançados pela Secretaria estão: obter as séries históricas da execução das ações, relacionamento digital com exportação automática de dados, análise ágil das informações contratuais, gestão por indicadores, centralização das informações, monitoramento de documentos em tempo real, ganho de velocidade no processamento de dados, padronização da prestação de contas dos contratados, redução da burocracia sem ferir o processo legal e mais transparência em todo o processo.

“A solução irá trazer uma padronização do monitoramento, cumprindo todas as etapas necessárias e mantendo a segurança. A Capgemini conseguiu captar as necessidades da Secretaria com primor tecnológico, entregando tudo que esperávamos de forma transparente. Nossa relação tem sido bastante positiva, séria e comprometida”, afirma João Carlos Fressa, CIO da Secretaria da Cultura de São Paulo.

(Redação - Agência IN)