Brasil e União Europeia discutem ações em tecnologia da informação

  •  
Brasil e União Europeia discutem ações em tecnologia da informação (Foto: Divulgação) Brasil e União Europeia discutem ações em tecnologia da informação

A Sociedade da Informação será tema de encontro entre Brasil e União Europeia a partir desta terça-feira (17) no Palácio do Itamaraty, em Brasília. O 7º Diálogo Brasil-União Europeia é organizado anualmente de forma intercalada no Brasil e na EU e integra a parceria estratégica bilateral em ciência e tecnologia. O Diálogo é realizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE).

O 7º Diálogo sobre Sociedade da Informação terá duração de dois dias. No primeiro dia, participam dos debates acadêmicos, representantes da sociedade civil e do setor privado, além dos representantes dos governos.

Ao longo da programação do primeiro dia, haverá workshops sobre cooperação em pesquisa e desenvolvimento em que serão apresentados os projetos da 2ª Chamada Coordenada em TIC Brasil-União Europeia, uma parceria da Secretaria de Política de Informática (Sepin/MCTI) com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Também serão anunciados os contemplados da 3ª Chamada, organizada pela Secretaria em parceria com Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) em 2015.

As chamadas coordenadas são um projeto importante com a União Europeia. Ao todo, foram lançadas três chamadas (2010, 2012 e 2015), que receberam 142 propostas de trabalho (43 para a primeira, 61 para a segunda e 38 para a terceira), para execução de 14 projetos. Cada parte alocou 17 milhões de euros até o momento para financiar as chamadas.

No primeiro dia, também serão realizados workshops temáticos para fomentar a discussão de temas relevantes e de interesse mútuo nas áreas de tecnologia 5G, aplicações e padrões M2M (Machine-To-Machine), computação em nuvem, Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês), governança da internet, estratégias digitais (incluindo plataformas abertas, proteção de dados, segurança cibernética, propriedade intelectual, governo eletrônico), cooperação em pesquisa e desenvolvimento, aspectos de regulação, além da conectividade transatlântica (cabo submarino Brasil-União Europeia).

Na quarta-feira (18), o evento é reservado para os órgãos governamentais, para apresentação dos resultados das discussões do primeiro dia e encaminhamentos necessários. As informações são do Portal Brasil.

(Redação – Agência IN)