CPI Mista da Petrobras deve ser prorrogada até dezembro

O presidente da CPI Mista da Petrobras, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), está determinado a prolongar os trabalhos da comissão. Com a concordância do relator, deputado Marco Maia (PT-RS), Vital informou que tem prontos dois requerimentos pedindo a prorrogação das atividades para o fim do ano.  A coleta das assinaturas já começou. É preciso obter a anuência de um terço dos parlamentares de cada Casa do Congresso Nacional, ou seja, 171 deputados e 27 senadores.

Às vésperas do 2º turno, CPI tem disputa de requerimentos

A quatro dias do segundo turno das eleições presidenciais e de governadores de 13 estados e do Distrito Federal, a CPI Mista da Petrobras registrou um duelo na apresentação de requerimentos. Enquanto a oposição quer ouvir a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), parlamentares da base do governo sugeriram que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) seja chamado a depor.

Adiado depoimento de José Carlos Cosenza à CPI da Petrobras

O diretor de Abastecimento da Petrobras, José Carlos Cosenza, apresentou atestado médico à CPI Mista para justificar sua ausência na reunião agendada para esta quarta-feira (22), às 14h30. No entanto, o presidente da comissão, senador Vital do Rêgo, manteve a reunião, que ocorrerá no plenário 2 da Ala Nilo Coelho, no Senado.

Moody´s revê classificação de risco da Petrobras

A Petrobras anunciou ontem, 21, que a agência de classificação de risco Moody’s revisou o nível de risco (rating) da dívida em moeda estrangeira e local da Petrobras de Baa1 para Baa2 com perspectiva negativa, mantendo o Grau de Investimento.

CPI Mista ouve diretor de Abastecimento da Petrobras dia 22

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito da Petrobras ouve quarta-feira (22), às 14h30, o diretor de Abastecimento da estatal, José Carlos Cosenza, que assumiu o posto no lugar de Paulo Roberto Costa, preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato. O depoimento ocorre em razão de dois requerimentos, apresentados pelo deputado Rubens Bueno (PPS-PR) e pelo deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) e subscritos pelo senador Álvaro Dias (PSDB-PR) e outros.

Barroso pede informações sobre pedido da CPI da Petrobras

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso deu um prazo de dez dias para que o também ministro do STF Teori Zavascki se manifeste sobre mandado de segurança da CPI Mista da Petrobras que pede o acesso ao conteúdo da delação premiada do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa. No mesmo prazo, deve se manifestar o procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Assinar este feed RSS