Santander reduz juros de linhas de crédito à pessoa física

O Santander cortou as taxas de juros das suas principais modalidades de crédito à pessoa física, em linha com a redução da taxa básica de juros (Selic) de 1 ponto percentual (p.p.) anunciada há pouco pelo Comitê de Política Monetária (Copom). A taxa mínima do crédito pessoal caiu de 1,79% ao mês para 1,69% ao mês. Já a taxa mínima de financiamento de veículos passou para 1,12% ao mês. As taxas de crédito pessoal já estão em vigor nas agências e demais canais de relacionamento do Santander. As novas taxas para financiamento de veículos começam a valer amanhã.

CMN define juros de linhas de crédito para renovação de canaviais

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou alterações nas normas dos programas ProRenova-Rural e ProRenova-Industrial, destinados à renovação de canaviais e ampliação da área plantada. Em reunião extraordinária, o órgão autorizou que as instituições financeiras credenciadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fixem a taxa efetiva de juros dos empréstimos de acordo com as datas de início dos projetos de plantio.

Crescimento das exportações agrícolas está alinhado a aumento na oferta de linhas de crédito, diz Geller

Tecnologias aplicadas à agricultura, investimentos em logística, uma política bem definida de crédito ao produtor rural contribuem para a expectativa de que a produção agrícola nacional deste ano atinja a marca histórica de 200 milhões de toneladas. De acordo com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller, a decisão do governo em aumentar a oferta de linhas de crédito para agricultores de todos os portes está afinada com o potencial de crescimento do setor.

Pecuária tem novas linhas de crédito

As linhas de financiamento para comprar bovinos para engorda em sistema de confinamento e para adquirir reprodutores e matrizes bovinas e bubalinas começou a valer na última sexta-feira (1).

Linha de crédito da Avnet aumenta para US$ 1,25 bilhão até julho de 2019

A empresa Avnet divulgou que já ingressou em uma nova linha de crédito, cujo vencimento fica em julho de 2019, e que aumentou a capacidade de empréstimos para US$ 1,25 bilhão. Até então, a linha anterior tinha um vencimento previsto para novembro de 2016, sendo que o total era de US$ 1 bilhão. O novo sistema conta com uma cláusula que permite a empresa expandir sua capacidade de empréstimo em até US$ 1,5 bilhão.

Assinar este feed RSS