Brasil produz cerca de 7% do leite mundial, aponta estudo da Conab

O compêndio Pecuária Leiteira: Análise dos Custos de Produção e da Rentabilidade nos Anos de 2014 a 2017 traz dados recolhidos em diversas localidades dos principais estados produtores: Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Goiás, Santa Catarina, São Paulo, Rondônia, Ceará e Rio Grande do Norte.

 

Preço ao produtor de leite é o menor desde fev/10

Contrariando as expectativas de agentes do setor, o preço do leite recebido por produtores em janeiro caiu 1,74% (ou 0,017 centavo/litro) frente ao mês anterior, chegando a R$ 0,9832/l na “média Brasil” líquida (que inclui preços sem frete e impostos da BA, GO, MG, SP, PR, SC e RS). De acordo com pesquisas do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, na comparação com janeiro/17, o recuo é de quase 20%, sendo a atual média a menor desde fevereiro de 2010, quando foi de R$ 0,9369 (valores deflacionados pelo IPCA de dez/17).

Indústria eleva preço do UHT

O preço do leite UHT negociado no mercado atacadista de São Paulo entre 22 e 26 de janeiro registrou alta de 1,72% frente ao da semana anterior, fechando com média de R$ 1,91 por litro. O valor do queijo muçarela, por sua vez, subiu 0,22% na mesma comparação, para R$ 14,32 por quilo. 

Preço ao produtor de leite finaliza ano com estabilidade

Pelo segundo mês consecutivo, o preço do leite recebido pelo produtor se manteve estável, considerando-se a “média Brasil” (que inclui os estados de BA, GO, MG, SP, PR, SC e RS), segundo indica o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) – vale ressaltar que de julho a outubro deste ano, as cotações registraram consecutivas quedas. O preço líquido médio do leite entregue em novembro e pago em dezembro foi de R$ 1,0006/litro (não inclui frete e impostos), leve alta de 0,03% frente ao mês anterior e de 18% se comparado a dezembro/16. Ao considerar a média de 2017, o preço líquido pago ao produtor foi de R$ 1,1721/litro, queda de 8% frente à de 2016 (valores deflacionados pelo IPCA de nov/2017). 

Preço ao produtor de leite se estabiliza em novembro

O movimento de queda no preço do leite, iniciado em junho deste ano e reforçado entre julho e outubro, foi freado em novembro, segundo indica o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada). No mês, o preço pago ao produtor (referente ao leite entregue em outubro) foi de R$ 1,003/litro, praticamente estável (-0,48%) frente ao mês anterior, considerando-se a “média Brasil” líquida (que inclui os estados de BA, GO, MG, SP, PR, SC, RS e não considera frete nem impostos). De junho para cá, o valor do leite recuou expressivos 22,1%. 

Fraca demanda pressiona UHT

Entre 27 de novembro e 1º de dezembro, o leite UHT negociado no mercado atacadista do estado de São Paulo registrou a terceira semana de queda, de 2,16%, e preço médio R$ 2,04/litro. 

Falta de leite e feijão cai nos supermercados

O leite e o feijão, produtos que mais faltaram nas prateleiras dos supermercados em julho e agosto de 2016, apresentaram queda de ruptura em setembro, de acordo com a NeoGrid/Nielsen, que reúne dados de mais de 10 mil lojas em todo o Brasil. O índice de faltas do feijão, que chegou a 16,63% em julho, registrou 13,19% em setembro. Já a do leite caiu de 16,88% em julho para 13,66% em setembro.

Assinar este feed RSS