BC diz que diminuíram incertezas para a economia

Após as eleições, o Banco Central destacou que diminuíram as incertezas para a economia brasileira, com redução de preços de ativos, como o dólar. A afirmação consta na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), divulgada hoje (6), em Brasília. Na última semana, o comitê decidiu manter a taxa básica de juros, a Selic, em 6,5% ao ano.

  • Publicado em Economia

Ata do Copom reitera recuperação da economia brasileira

A Ata do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), divulgada nesta terça-feira, 25, mostra que os membros do Comitê debateram a evolução da atividade econômica à luz das informações disponíveis. Após o impacto da paralisação no setor de transportes ocorrida no final de maio, os indicadores e informações disponíveis apontam para continuidade do processo de recuperação da economia brasileira. Esse cenário contempla continuidade do referido processo, em ritmo mais gradual que o antecipado no início do ano.

  • Publicado em Economia

Banco Central acerta ao manter a Selic em 6,5%, avalia a FecomercioSP

A manutenção da taxa Selic em 6,5%, anunciada nesta quarta-feira (19) pelo Banco Central (BC), já era esperada, segundo avalia a assessoria econômica da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). De acordo com a Entidade, passada a pressão inflacionária sobre os alimentos proveniente da paralisação dos caminhoneiros, e considerando os recentes efeitos do cenário eleitoral sobre o câmbio que se mantém acima dos R$ 4, não há muita alternativa para o BC que não seja permanecer atento aos movimentos dos preços sem alterar a Selic.

  • Publicado em Economia

BC acerta e bancos precisam diminuir juros a pessoa física

O presidente em exercício da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Roberto Mateus Ordine, diz que a decisão do Banco Central (BC) de manter a taxa básica de juros (Selic) em 6,5% ― menor nível da série histórica ― foi acertada. “Precisamos também que o Banco Central atue mais intensamente junto ao mercado financeiro para aumentar a concorrência entre os bancos e reduzir os compulsórios, a fim de diminuir os juros para pessoa física, que ainda estão muito altos (em 30,5% a.a.), aproximando-os assim do juro básico da economia, de 6,5%”.

  • Publicado em Economia
Assinar este feed RSS

Warning: mysqli_close(): Couldn't fetch mysqli in /home/investimentosenoticias/www/libraries/joomla/database/database/mysqli.php on line 141