Balança tem pior déficit da história para meses de novembro

A queda das exportações levou a balança comercial (diferença entre exportações e importações) a ter déficit de US$ 2,350 bilhões em novembro, divulgou há pouco o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. O resultado é o pior da história para o mês e o maior déficit mensal em 2014.

Balança do setor gráfico tem déficit no 3º tri

Apesar de desempenho inferior em relação ao segundo trimestre do ano, a indústria gráfica tem esperança de consolidar o movimento de aumento das exportações e diminuição das compras de produtos gráficos no exterior observado na comparação com 2013.

Terceira semana de novembro tem exportações de US$ 3,838 bilhões

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior anunciou nesta segunda-feira, 24, que a terceira semana de novembro, com cinco dias úteis (17 a 23), teve exportações de US$ 3,838 bilhões, com média diária de US$ 767,6 milhões. As importações no período foram de US$ 4,539 bilhões (média de US$ 907,8 milhões). A corrente de comércio, soma de exportações e importações, totalizou US$ 8,377 bilhões (média de US$ 1,675 bilhão) e o saldo semanal ficou deficitário em US$ 701 milhões (média de US$ 140 milhões).

Balança é principal responsável pelo déficit de transações

O chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel, atribuiu o déficit de US$ 8,131 bilhões nas transações correntes – o maior já ocorrido para meses de outubro – principalmente ao desempenho da balança comercial. Ele informou que, para o mês de novembro, a projeção é de saldo negativo de US$ 8 bilhões nas transações correntes.

Exportações atingem US$ 3,6 bi na 2ª semana de novembro

A segunda semana de novembro, com cinco dias úteis (10 a 16), teve exportações de US$ 3,678 bilhões, com média diária de US$ 735,6 milhões. Pela média, houve retração de 12,8% em relação à primeira semana (US$ 843,8 milhões) em razão, principalmente, da queda nos embarques de produtos semimanufaturados (-33,6%), manufaturados (-12,3%) e básicos (-8,4%).

Brasil exportou US$ 4,219 bilhões no início de novembro

Nos cinco dias úteis da primeira semana de novembro (1ª a 9), o Brasil exportou US$ 4,219 bilhões, com média diária de US$ 843,8 milhões, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O valor é 19,1% menor que o verificado em novembro de 2013 (US$ 1,043 bilhão). Houve queda nas vendas das três categorias de produtos. Nos manufaturados (-23,2%), diminuíram as exportações de veículos de carga, automóveis de passageiros, tratores, máquinas para terraplanagem, óleos combustíveis, suco de laranja não congelado e aviões. Nos básicos (-19,5%) houve queda nas exportações de soja em grão, minério de ferro, minério de cobre, milho em grão, farelo de soja e fumo em folhas.

Balança comercial da Alemanha aumenta superávit em setembro

O saldo comercial da Alemanha aumentou o superávit em setembro, segundo o instituto federal de estatísticas Destatis.
 
                                                                                                        

Assinar este feed RSS