Copel aprova desdobramento de ações na proporção 1:10

A Companhia Paranaense de Energia – COPEL empresa que gera, transmite, distribui e comercializa energia, com ações listadas na B3 (CPLE3, CPLE5, CPLE6), na NYSE (ELPVY, ELP) e na LATIBEX (XCOP), comunica que a assembleia geral extraordinária, realizada no dia 11 de março de 2021, aprovou, dentre outras matérias, o desdobramento de ações da Companhia, sem alteração da cifra do capital social, na proporção de 1 (uma) ação para 10 (dez) ações, de modo que, a cada 1 (uma) ação de emissão da Companhia, serão creditadas 9 (nove) novas ações de mesma classe e espécie.

Copel anuncia distribuição de JCP

A Copel anunciou que aprovou, como parte da destinação dos resultados do Exercício de 2019, a distribuição do montante bruto de R$ 643.000.000,00 na forma de juros sobre capital próprio (JCP), em substituição aos dividendos, o Conselho de Administração da Copel na 203ª Reunião Ordinária, de 17.06.2020, deliberou que o pagamento dos proventos acima seja efetuado em duas parcelas.

Copel registra Ebitda de R$ 1,2 bilhão no 1T20

A Copel anunciou nesta sexta-feira (15) que no primeiro trimestre de 2020, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 1.153,3 milhões, 5,6% maior que os R$ 1.092,1 milhões registrados no 1T19. 

Copel registra EBITDA acima de R$ 1,0 bilhão no 4T19

A receita operacional líquida da Copel totalizou R$ 4.412,4 milhões no 4T19, crescimento de 20,2% em relação aos R$ 3.671,1 milhões registrados no 4T18.
Em 2019, os custos e despesas operacionais totalizaram R$ 13.160,3 milhões, representando um aumento de 3,8%. 

Copel registra EBITDA de R$ 1,2 bilhão no terceiro trimestre

A receita operacional líquida da Copel totalizou R$ 4.253,7milhões no 3T19, queda de 1,3%em relação aos R$ 4.309,1 milhões registrados no 3T18. Esse resultado é reflexo, principalmente, da redução de 64,6% na linha de “resultados de ativos e passivos financeiros setoriais” (R$ 151,9 milhões ante R$ 429,3 milhões no 3T18), como consequência, sobretudo, da amortização dos valores considerados na receita de fornecimento e pela menor variação dos saldos constituídos para o reajuste aplicado a partir de 24 de junho de 2019; e 9,4% em “suprimento de energia elétrica”, efeito, principalmente do menor PLD médio no 3T19 (214,13/MWh ante R$ 494,37/MWh no 3T18), o que implicou na diminuição de receita com venda de energia no curto prazo, em parte atenuado pelo faturamento dos contratos de CCEAR da UHEBaixo Iguaçu, UHE Colíder e Complexo Eólico Cutia.

Fitch atribui rating 'AA-(bra)' à Proposta de emissão de debêntures da Copel

A Fitch Ratings atribuiu, hoje, Rating Nacional de Longo Prazo 'AA-(bra)' (AA menos (bra)) à proposta de oitava emissão de debêntures da Companhia Paranaense de Energia (Copel), no montante de BRL500 milhões, com vencimento final em 2022. Os recursos da emissão, da espécie quirografária, que será realizada em série única, serão destinados para reforçar a estrutura de caixa e realizar uma oferta de resgate antecipado da sexta emissão de debêntures da empresa.

Assinar este feed RSS