INSS começa a depositar o pagamento dos benefícios da folha de maio na segunda (25)

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a depositar o pagamento dos benefícios da folha de maio para aposentados e pensionistas em todo o país, a partir de segunda-feira (25). Os depósitos começam a ser liberados nessa data para quem recebe até um salário mínimo e possui cartão com final 1, desconsiderando-se o dígito. Para quem recebe acima do mínimo, o pagamento começa a ser depositado no dia 1º de junho.

Governo discutirá mudanças em benefícios trabalhistas com base política

O ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Pepe Vargas, vai conversar, na próxima semana, com parlamentares que apoiam o governo sobre as medidas propostas pelo Executivo para alterar o acesso a benefícios trabalhistas e previdenciários. As medidas provisórias (MPs) 664 e 665 modificam regras da concessão do seguro-desemprego, seguro-defeso, pensão por morte, auxílio-doença e abono salarial, e enfrentam críticas dos partidos de oposição, de centrais sindicais e da própria base governista no Congresso Nacional.

 

Populações saudáveis geram benefícios socioeconômicos para o país

Populações saudáveis são a base de economias sustentáveis, criando uma vantagem competitiva para os países em tempos de crescimento econômico lento e aumento da concorrência. De acordo com o relatório “Maximizing Healthy Life Years: Investments that pay off”, elaborado pela Bain & Company, consultoria global de negócios, em colaboração com o Fórum Econômico Mundial, e apresentado em Davos, o aumento do número de "anos de vida saudável" (um ano de bem-estar físico, mental e social, não apenas a ausência de doença ou enfermidade) é o combustível para o "ciclo virtuoso de saúde", estabelecendo uma relação entre populações saudáveis e prosperidade econômica.


Governo vai mudar regras na concessão de alguns benefícios ao trabalhador

As normas sobre o ingresso e de manutenção dos brasileiros em cinco benefícios trabalhistas e previdenciários serão alteradas pelo governo federal. Nesta terça-feira (30), será publicado no Diário Oficial da União o envio de medidas provisórias ao Congresso Nacional com ajustes nas despesas do abono salarial, do seguro-desemprego, do seguro defeso, da pensão por morte e do auxílio-doença.

 

Assinar este feed RSS