Residentes do Hospital Heliópolis estão em greve

  •  
O Hospital Heliópolis tem 57 residentes Foto: Divulgação O Hospital Heliópolis tem 57 residentes

Os residentes de cirurgia e especialidades cirúrgicas do Hospital Heliópolis estão em greve desde a tarde do dia 2/6. Segundo os residentes, o movimento é motivado pela redução de 50% no número de cirurgias de alta e média complexidade nos últimos dois anos, a redução é por falta de anestesiologistas. No início de maio o Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) questionou a direção do hospital sobre a falta desses profissionais e a resposta foi que os motivos são aposentadoria, saída de médicos (por falta de segurança para trabalhar na região) e a ausência de concurso público.

Os problemas enfrentados no Hospital Heliópolis são reflexos da crise instaurada na rede hospitalar do estado de São Paulo. 'O Sistema Único de Saúde (SUS) tem sérios problemas de recursos humanos. É preciso que haja uma política clara, com carreira bem estruturada para solucionar esse problema', avalia Eder Gatti, presidente do Simesp.

O Hospital Heliópolis tem 57 residentes que ocupam as áreas de cirurgia, neurocirurgia, cirurgia vascular, cirurgia de cabeça e pescoço, cirurgia do aparelho digestivo, coloproctologia e cirurgia plástica. 'Com a diminuição no número de cirurgias neste hospital a população fica prejudicada e isso afeta diretamente a formação do médico residente', ressalta Gatti.

(Redação - Agência IN)