10 sintomas que denunciam que é aneurisma cerebral

  •  
10 sintomas que denunciam que é aneurisma cerebral Foto: Divulgação 10 sintomas que denunciam que é aneurisma cerebral

Quando a dor de cabeça surge de maneira intensa e constante, muitas pessoas recorrem ao uso de analgésico para amenizar os espasmos. Entretanto, a prática não é recomendada pelos especialistas, pois pode retardar o diagnóstico precoce de um aneurisma cerebral. Portanto, as dores de cabeça não devem ser ignoradas.

“A automedicação traz um alívio imediato, mas não trata a causa dos espasmos. O ideal é buscar ajuda de um médico para que ele faça a avaliação e indique o tratamento correto”, alerta o neurocirurgião Paulo Porto de Melo (CRM 94.048), médico formado pela UNIFESP e Colaborador do Departamento de Neurocirurgia da Universidade de Saint Louis (Missouri- EUA), introdutor e pioneiro da neurocirurgia robótica no Brasil.

O que é o aneurisma?
O aneurisma cerebral é um alargamento, ou seja, uma dilatação anormal da parede da artéria enfraquecida. “A pressão do sangue dentro da artéria dá origem a um inchaço ou protuberância que pode apresentar crescimento de forma lenta. O aneurisma por ser congênito - que é quando ele encontra-se na região desde o nascimento - devido à uma lesão de um vaso, surgindo mais tardiamente”, descreve Melo.

Alguns fatores podem levar a malformação da parede do vaso sanguíneo como tabagismo, colesterol alto, hipertensão arterial e diabetes. “Geralmente, a doença é descoberta quando um vaso localizado na cavidade craniana sofre uma ruptura, agravando em um sangramento no cérebro e que dá origem ao AVCH (acidente vascular cerebral hemorrágico), podendo ser fatal”, informa o médico neurocirurgião.

Sintomas merecem atenção
De acordo com Paulo, é possível diferenciar uma dor de cabeça de um aneurisma cerebral, se as dores apresentarem-se de maneira súbita e rapidamente progressivas. O diagnóstico é realizado por meio da ressonância magnética ou tomografia computadorizada.

“Se o aneurisma for de gravidade muito alta, poderá ser solicitada uma intervenção cirúrgica para fechamento da porção mais estreita do aneurisma através de um clipe metálico ou por via endovascular, através da introdução de molas com um cateter que se enrolam no interior do aneurisma, impedindo a formação de um coágulo”, alerta o especialista.

O médico neurocirurgião listou quais são os dez sintomas que merecem atenção redobrada, pois indicam um aneurisma cerebral. Conheçam quais são eles:

1. Visão dupla;
2. Perda da visão;
3. Dores de cabeça acompanhadas de náuseas e vômitos;
4. Dores nos olhos;
5. Dores na região do pescoço;
6. Rigidez e dificuldade para movimentar o pescoço;
7. Confusão, sonolência ou estupor;
8. Fraqueza muscular;
9. Dificuldade de mobilidade em partes do corpo;
10. Dormência ou redução da sensibilidade de qualquer parte do corpo.

De acordo com o especialista, no aparecimento de dores de cabeça, associada aos sintomas citados acima é preciso buscar ajuda de um médico. “Em casos de aneurisma muito pequeno, não é necessário realizar procedimento cirúrgico, pois eles podem ser mantidos sob acompanhamento médico”, conclui Paulo Porto de Melo.

Dr. Paulo Porto de Melo (CRM 94.048), médico neurocirurgião formado pela UNIFESP e Colaborador do Departamento de Neurocirurgia da Universidade de Saint Louis (Missouri- EUA), introdutor e pioneiro da neurocirurgia robótica no Brasil.

(Redação - Agência IN)