Futuro presidente do BC será sabatinado pelo Senado

  •  
Futuro presidente do BC será sabatinado pelo Senado Foto: Divulgação

O economista Roberto de Oliveira Campos Neto, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o cargo de presidente do Banco Central, será sabatinado nesta terça-feira (26), pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.

Roberto Campos Neto assumirá o lugar de Ilan Goldfajn, que decidiu não permanecer à frente do Banco Central. No entanto, enquanto o nome de Neto não é aprovado pelo Senado, Goldfajn segue na presidência do BC.

Neto do economista, diplomata e escritor Roberto Campos (1917-2001), o provável futuro presidente do Banco Central formou-se em economia em 1993 pela Universidade da Califórnia, no Estados Unidos. Na mesma instituição concluiu o mestrado em Economia em 1995. Com carreira no mercado financeiro, chegou a ser membro do Conselho Executivo do Santander Investment no Brasil e no mundo, entre os anos de 2010 e 2018.

O postulante ao cargo de presidente do Banco Central é atualmente assessor do ministro da Economia, Paulo Guedes, e integrou a comitiva brasileira no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça.

Além de Campos Neto, também serão sabatinados Bruno Serra Fernandes e João Manoel Pinho de Mello, indicados para as diretorias de Política Monetária e de Organização do Sistema Financeiro do BC, respectivamente, e Flávia Martins Sant'anna Perlingeiro, indicada para o cargo de diretora da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

(Redação - Investimentos e Notícias)