Venda de carros na OLX aumenta 44% em 2016

Empresa atingiu um total de 3,5 milhões de veículos vendidos pelo site no último ano Foto: Divulgação Empresa atingiu um total de 3,5 milhões de veículos vendidos pelo site no último ano

A compra e venda de automóveis novos tem mostrado um enfraquecimento no Brasil. De acordo com dados da Fenauto/Anfavea, a comercialização de veículos novos recuou 16,7% em 2016. No entanto, as pessoas não pararam de comprar carros, pois a venda de seminovos - de até 3 anos de uso - subiu 24% em 2016, segundo a Fenauto. Este acréscimo no número de vendas é percebido desde 2015, quando o número já havia crescido 33,64%.

 

Em 2016, a OLX atingiu 3,5 milhões automóveis (carros, ônibus, caminhões, vans) vendidos na plataforma, 44% a mais que em 2015. “A OLX é a maior plataforma de compra e venda de carros do País. O número de carros vendidos em 2016 pela OLX representa 34% do total de carros novos e usados emplacados pela Fenabrave no Brasil, que foi de 10,3 milhões. Isso mostra o potencial da plataforma para o mercado automotivo”, diz Marcos Leite, CCO da OLX Brasil.

Quatro Estados representaram 50% das vendas de carros em 2016 pela OLX: São Paulo (22.8%), Rio de Janeiro (10,8%), Paraná (8,5%) e Minas Gerais (7,2%). Além disso, 73,4% do total de carros vendidos eram das marcas Volkswagen, GM - Chevrolet, Fiat e Ford. Já as marcas francesas, japonesas e coreanas - Renault, Citroën, Peugeot, Toyota, Honda, Mitsubishi, Nissan e Hyundai - somaram 2,5% deste total de vendas.

Considerando os últimos seis meses, foram anunciados na OLX 248 mil veículos premium - com valor acima de R$ 80 mil. A título de curiosidade, foram vendidos neste período, por exemplo, 5 veículos Ferrari, 4 Jaguar e 1 Maserati.

Potencial da compra e venda de carros usados

Uma pesquisa do IBOPE Conecta, encomendada pela OLX, reforça este potencial da compra e venda de produtos usados. De acordo com o estudo, 91% dos internautas brasileiros (68.147.706 de pessoas) possuem itens sem uso em suas casas e que 84% deles (62.856.848 pessoas) têm interesse em vender esses objetos. Considerando apenas subcategoria Carros, os itens disponíveis para venda ultrapassam os R$ 323,9 bilhões.

*A análise foi realizada em maio de 2016 com representatividade de 75.274.287 internautas brasileiros com acesso diário à internet.

(Redação - Agência IN)