Vale anuncia forte performance operacional no 4T16

Vale anuncia forte performance operacional no 4T16 (Foto: Divulgação) Vale anuncia forte performance operacional no 4T16

A Vale obteve uma forte performance operacional no quarto trimestre de 2016 (4T16) e em todo o ano de 2016, com recordes anuais e trimestrais de produção em minério de ferro, pelotas, níquel, cobre, cobalto e ouro.

Minerais ferrosos

MINÉRIO DE FERRO
Produção anual recorde de 348,8 Mt em 2016.
Produção anual recorde em Carajás de 148,1 Mt em 2016, ficando 18,6 Mt acima de 2015.
Embarques anuais de minério de ferro e pelotas de 318,4 Mt do Brasil e Argentina e de 21,7 Mt da Malásia em 2016, ficando 17,1 Mt e 7,5 Mt acima de 2015, respectivamente.
Volumes blendados na Ásia totalizaram 41 Mt em 2016, comparados a 3 Mt em 2014 e 18 Mt em 2015.
Produção trimestral recorde em Carajás de 40,6 Mt, ficando 1,9 Mt acima do 3T16 e 4,1 Mt acima do 4T15.

PELOTAS
Produção anual de 46,2 Mt em 2016, ficando em linha com 2015.
Produção anual recorde na planta de Tubarão VIII de 7,2 Mt em 2016, ficando 0,6 Mt acima de 2015.
Produção trimestral recorde2 de 12,6 Mt no 4T16, ficando 0,5 Mt acima do 3Q16.
Metais Básicos

NÍQUEL
Produção anual recorde de 311.000 t em 2016, ficando 20.000 t acima de 2015.
Produção anual recorde em VNC de 34.300 t em 2016, ficando 17.400 t acima de 2015.
Produção trimestral total recorde de 83.000 t, ficando 7.000 t acima do 3T16 e 300 t acima do 4T15.

COBRE
Produção anual recorde de 453.100 t em 2016, ficando 29.300 t acima de 2015.
Produção anual recorde em Salobo de 175.900 t em 2016, ficando 20.500 t acima de 2015.
Produção[3] trimestral total recorde de 122.500 t no 4T16, ficando 11.100 t acima do 3T16 e 10.000 t acima do 4T15.
Produção trimestral recorde em Sudbury de 32.200 t no 4T16, ficando 2.500 t acima do 3T16 e 900 t acima do 4T15.
Produção trimestral recorde em Salobo de 49.800 t no 4T16, ficando 5.500 t acima do 3T16 e 7.800 t acima do 4T15.

COBALTO
Produção anual recorde de 5.799 t em 2015, ficando 1.266 t acima de 2015.
Produção trimestral recorde de 1.600 t, ficando 112 t acima do 3T16, devido ao aumento da produção originada em Sudbury e Voisey's Bay.

OURO como subproduto de níquel e concentrado de cobre
Produção anual recorde de 483.000 oz em 2016, ficando 62.000 oz acima de 2015.
Produção trimestral recorde de 137.000 oz no 4T16, ficando 18.000 oz acima do 3T16 e 19.000 oz acima do 4T15.

Carvão
Produção anual de 7,2 Mt em 2016, ficando em linha com 2015.
Produção anual recorde em Moatize de 5,5 Mt em 2016, ficando 0,5 Mt acima de 2015.
Produção trimestral total de 1,7 Mt, ficando 0,6 Mt abaixo do 3T16, impactada negativamente pelo desinvestimento das operações de Carborough Downs em novembro de 2016[4] e por restrições no fornecimento de explosivos, que afetaram as operações de desmonte em Moçambique.
O fornecimento de explosivos foi restabelecido e o desempenho das operações tem melhorado continuamente desde então, com produção de 0,6 Mt em dezembro de 2016 e atingindo um recorde mensal de 0,8 Mt em janeiro de 2017.

(Redação – Agência IN)