Usiminas anuncia lucro líquido de R$289,1 mi no 3T18

  •  
Usiminas anuncia lucro líquido de R$289,1 mi no 3T18 (Foto:Divulgação) Usiminas anuncia lucro líquido de R$289,1 mi no 3T18

A Usiminas divulgou hoje, 26, os resultados do terceiro trimestre do exercício de 2018 (3T18). A receita líquida foi de R$3,9 bilhões no 3T18, contra R$3,2 bilhões no 2T18, uma elevação de 20,5%, destacando-se os maiores preços e volumes de aço no mercado doméstico e maiores preços na exportação, bem como maiores volumes de minério de ferro no período.

No 3T18, a companhia registrou lucro líquido de R$289,1 milhões, ante prejuízo líquido de R$19,1 milhões no 2T18. Contudo, o lucro bruto foi de R$644,3 milhões no 3T18, contra R$582,8 milhões no 2T18, uma elevação de 10,6%.
Já as despesas com vendas do 3T18 totalizaram R$74,3 milhões, estáveis em comparação ao 2T18, que foram de R$73,7 milhões.

O EBITDA Ajustado foi de R$702,8 milhões no 3T18, contra R$518,8 milhões no 2T18, uma elevação de R$183,9 milhões, principalmente devido aos maiores preços e volumes de aço no mercado doméstico e maiores preços na exportação, bem como maiores volumes de minério de ferro no período, além dos efeitos não recorrentes da provisão pelas autuações do Governo do Rio Grande do Sul, que impactou negativamente o EBITDA do 2T18 em R$62,4 milhões.

No 3T18, o resultado financeiro foi de R$134,4 milhões negativo, contra R$276,6 milhões negativo no 2T18, uma redução de 51%, devido, principalmente, à menor desvalorização do Real frente ao Dólar no 3T18, que foi de 3,8%, contra desvalorização de 16% no 2T18. A variação cambial gerou perdas de R$19,1 milhões no 3T18, contra perdas de R$149,8 milhões no 2T18.

No trimestre, o capital de giro foi de R$3,5 bilhões, contra R$3,7 bilhões no 2T18, uma redução de R$198,0 milhões gerada, principalmente, pelo aumento em Fornecedores e redução em Demais Ativos, compensados parcialmente pelo aumento do Contas a Receber e dos Estoques.

Por fim, o CAPEX totalizou R$90,3 milhões no 3T18, 35,2% superior quando comparado ao do 2T18, que foi de R$66,8 milhões. Os investimentos foram aplicados em sustaining CAPEX, sendo 79% na Unidade de Siderurgia, 15% na Unidade de Mineração, 2% na Unidade de Bens de Capital e 3% na Unidade de Transformação do Aço, aproximadamente.

(Redação – Investimentos e Notícias)