Turismo e Embratur discutem novo modelo de gestão

  •  
Novo modelo de gestão tem como objetivo tornar o Instituto ainda mais agressivo na promoção internacional do Brasil Foto: Divulgação Novo modelo de gestão tem como objetivo tornar o Instituto ainda mais agressivo na promoção internacional do Brasil

Um mês após encomendar um novo modelo de gestão para a Embratur, o ministro Henrique Eduardo Alves recebeu nesta terça-feira (7) o presidente da autarquia, Vinicius Lummertz, para uma avaliação das propostas para revitalização do Instituto.

A modernização da gestão da Embratur é uma das prioridades do ministro Henrique Eduardo Alves. “A estratégia de promoção brasileira precisa ser mais agressiva. Vários países do mundo adotaram um modelo de agência mais ágil e flexível, com possibilidade de parceria com a iniciativa privada. Imagina se conseguirmos, numa campanha de divulgação de um destino brasileiro num mercado prioritário, combinar com as grandes empresas nacionais que para cada real que eles investirem o governo aportar a mesma quantia. Isso potencializaria muito a nossa promoção internacional” afirmou o ministro.

O presidente da Embratur afirmou que a mudança na gestão da autarquia será fundamental para fortalecer sua capacidade de entrega e ampliar seu papel na economia brasileira. “Estamos estudando várias possibilidades para cumprir o objeto social da Embratur, que é de servir o público. O modelo institucional e de gestão não está definido. Esperamos avançar nessas discussões nas próximas semanas. Qualquer que seja o novo modelo, os direitos adquiridos serão respeitados”, informou Lummertz.

(Redação - Agência IN)