Vendas totais da Nestlé aumentam 2,9% no 3T19

A Nestlé divulgou seus resultados de vendas referente ao terceiro trimestre de 2019. Segundo a empresa, houve crescimento orgânico de 3,7%, com crescimento real (RIG) de 3,0% e variação de preços de 0,7%. O crescimento foi sustentado por um forte impulso nos Estados Unidos e em Purina PetCare.

Vendas para o Dia das Crianças crescem 3,1% em 2019

As vendas do comércio para o Dia das Crianças cresceram 3,1% em 2019 ante 2018, segundo dados da Boa Vista. O aumento foi maior do que o observado no ano passado, quando as vendas para a data cresceram 2,2% na comparação com o ano anterior.

  • Publicado em Economia

336.991 veículos novos foram vendidos em setembro

A FENABRAVE – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores divulgou, nesta quarta-feira, 2 de outubro, os resultados dos emplacamentos de veículos no mês de setembro e acumulado de 2019, bem como os fatores que estão influenciando o comportamento do mercado.Os dados, apresentados pela entidade, mostram que, de janeiro a setembro de 2019, foram emplacados 2.952.485 veículos, considerando automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros, o que representa alta de 11,4%, na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram emplacadas 2.650.230 unidades.

Vendas de veículos crescem 11%s de janeiro a agosto, aponta Fenabrave

Nesta segunda-feira, 2, as vendas de veículos apresentaram crescimento de 11,27% no acumulado de janeiro a agosto, ante o mesmo intervalo de 2018. Isso significa uma soma de 2.615.519 unidades emplacadas, considerando automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros, segundo dados de emplacamentos divulgados pela FENABRAVE - Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores.

  • Publicado em Economia

Vendas do varejo de material de construção registram queda de 8% em agosto

O comércio de material de construção vendeu 8% menos em agosto comparado ao mês de julho. Quando comparado ao mesmo período no ano passado, as vendas representam uma queda de 6%. No entanto, o desempenho abaixo do esperado não abalou a confiança dos lojistas e, com isso, 71% estão otimistas com as vendas no mês de setembro, segundo dados da pesquisa mensal do Instituto Anamaco.

  • Publicado em Economia

Vendas de pneus caem 4,5% em julho

A indústria nacional de pneumáticos registrou uma queda de 4,5% em julho, em comparação ao mesmo mês de 2018. As reduções de 4,1% nas vendas para reposição e de 5,5% para montadoras levaram a esse resultado negativo. O registro foi puxado pelas quedas de 21,3% de pneus de motocicletas, 5,3% nos pneus para veículos comerciais leves e 3,8% de pneus de carga. Somente as vendas de pneus de passeio tiveram saldo positivo, superando em 1,3% os resultados de julho de 2018.

No acumulado do ano, as vendas totais apresentaram aumento de 0,2% em relação ao mesmo período do ano passado. De janeiro a julho, as vendas para montadoras registraram alta de 6%, enquanto as vendas para reposição recuaram 1,9%. A alta nas vendas totais foi impactada pelo aumento de 4,4% de pneus de carga, de 1,5% de comerciais leves. Os pneus de motos tiveram saldo negativo no acumulado do ano, com redução de 2,9% em comparação com o mesmo período de 2018, enquanto os pneus de passeio ficaram praticamente estáveis, com queda de 0,1%. Os números fazem parte do levantamento setorial divulgado pela ANIP (Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos).

"Os números indicam que o ano de 2019 não deve apresentar nenhum avanço para o setor de pneumáticos", afirma Klaus Curt Müller, presidente executivo da ANIP.

(Redação - Investimentos e Notícias)

Assinar este feed RSS