Blau Farmacêutica tem receita líquida de R$ 819 mi

A Blau Farmacêutica, uma das principais empresas farmacêuticas brasileiras do segmento hospitalar (Non Retail), registrada desde janeiro na CVM como Companhia Aberta em Categoria "A", publicou ontem, 9, no site da Comissão de Valores Mobiliários, seus resultados consolidados. No 1o trimestre de 2019 (1T19), a indústria alcançou uma Receita Líquida de R$ 188 milhões, ou seja, 23,9% acima quando comparado com o mesmo período do ano anterior. Em relação aos últimos 12 meses, a Receita Líquida atingiu R$ 819 milhões e o Lucro Líquido R$ 129 milhões, representando um crescimento de 29,1% e 17,8% respectivamente.

Mercado farmacêutico desacelera

A queda nas compras de medicamentos pelo governo está afetando o mercado farmacêutico brasileiro. Depois de registrar um crescimento médio de 14% desde 2013, o mercado institucional teve apenas um aumento nominal de apenas 4% nos últimos 12 meses. Descontando a inflação do período, a variação real é de queda de quase 6%. Hoje, o mercado farmacêutico institucional representa 31% do mercado total, com influência expressiva do setor público.

Pesquisa de medicamentos do Procon-SP revela diferença de até 1207,34% no interior paulista

A conclusão é da pesquisa realizada pelos Núcleos Regionais da Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, em 98 farmácias e drogarias de 12 cidades do interior paulista. O medicamento genérico Nimesulida, 100 mg, 12 comprimidos, foi encontrado em um estabelecimento da cidade de Campinas por R$ 1,77 e em outro, R$ 23,14. A diferença é de 1207,34%, R$ 12,46 em valor absoluto.

Genéricos podem ficar 7% mais baratos em São Paulo

O projeto de lei enviado pelo governo de São Paulo à Assembleia Legislativa do Estado que prevê redução de 18% para 12% no ICMS tributado sobre medicamentos genéricos, deve reduzir em 7% o valor pago pelos consumidores nestes medicamentos nas farmácias paulistas. 

Mercosul terá compra conjunta de medicamentos

Os países do Mercosul agora podem fazer compra conjunta de remédios estratégicos, depois de acordo assinado por ministros da Saúde na 11ª reunião do Conselho de Ministros da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), no Uruguai. O acordo, firmado na sexta-feira (11), prevê também a criação de um banco de preços de medicamentos para que os países tenham maior poder de negociação.

Ultrafarma anuncia expansão no Continente Asiático

A Ultrafarma está ampliando e lançando as marcas Sidney Oliveira e Rahda no mercado Chinês. O objetivo é comercializar as marcas próprias de suplementos alimentares, vitaminas e cosméticos pela internet para os consumidores chineses utilizando o marketplace de parceiros.

Assinar este feed RSS