S&P Global eleva rating do Banco Mercantil do Brasil

Primeiro banco da América Latina a ser certificado pela ISO 9001 e eleito melhor empresa para se trabalhar em Minas, BMB registrou crescimento de 63% no resultado operacional em 2018; avaliação da S&P indica índice de capital regulatório mais forte e perspectiva estável

Moody's eleva rating da JBS para BA3

A JBS S.A. comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral que a agência de rating Moody’s elevou a classificação de B1 para Ba3, com perspectiva estável.

Vale tem classificação de risco elevada pela Moody´s

A Vale informa que a Moody's Investors Service elevou a classificação de risco da Vale de Ba1 para Baa3. Desse modo, a Vale passa a ter, novamente, classificação correspondendo ao grau de investimento pelas quatro maiores agências de classificação de risco do mundo. Atualmente, a Vale possui classificação de risco BBB- pela Standard & Poor's Ratings Services (S&P), BBB (low) pela Dominion Bond Rating Service (DBRS), BBB+ pela Fitch Ratings e Baa3 pela Moody's.

S&P revisa rating de crédito da Taesa

A Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A. comunica que a S&P Global Ratings revisou, no dia 11 de julho de 2018, os ratings da Companhia com base na atualização de metodologia de crédito e da tabela de mapeamento de ratings na Escala Nacional Brasil. Com isso, os ratings de crédito da S&P atribuídos a Taesa foram elevados conforme abaixo:

Standard & Poor's atribui rating ao Banco Cooperativo Sicredi

A agência de riscos Standard & Poor’s atribui rating ao Banco Cooperativo Sicredi. A instituição agora passa a ser classificada pela S&P com uma notação AA- em escala nacional. Este é o maior rating possível para entidades financeiras, dada a limitação em face da nota de risco do Brasil pela agência responsável pela publicação de análises e pesquisas sobre bolsas de valores e títulos.

Fitch eleva ratings de debêntures do GRU Aiport

A Fitch Ratings removeu, hoje, a Observação Positiva e elevou os seguintes ratings da primeira e da segunda emissões de debêntures da Concessionária do Aeroporto Internacional de Guarulhos S.A. (GRU Airport):

Assinar este feed RSS