Lucro operacional da Henkel alcança € 795 mi

A Henkel anunciou seus resultados para o primeiro trimestre de 2019.

As vendas aumentaram 2,8% para 4.969 milhões de euros, com crescimento orgânico de +0,7%.
O lucro operacional (EBIT)* alcançou 795 milhões de euros (-5,6%).
A margem de EBIT* ficou a 16% (-140 pontos básicos).
O lucro por ação preferencial (EPS)* chegou a 1,34 euro, -6,3% a taxas de câmbio constantes.
Houve forte desenvolvimento do fluxo de caixa livre: 523 milhões de euros, além do investimento no crescimento e aumento da competitividade. 
* Ajustado por taxas/lucros únicos e custos de reestruturação.

EBIT do Grupo BASF registra queda de 24% no 1T19

'No primeiro trimestre de 2019 as vendas do Grupo BASF cresceram em 3% no período para € 16,2 bilhões', disse Dr. Martin Brudermüller, Presidente da Junta Diretiva da BASF SE, na Reunião Anual de Acionistas da empresa, realizada no Centro de Convenções Rosengarten em Mannheim, Alemanha. Em comparação com o primeiro trimestre de 2018, os resultados advindos das atividades operacionais (EBIT) antes dos itens extraordinários apresentaram decréscimo de € 549 milhões, a € 1,7 bilhão. 'Como esperado, isso se deve principalmente às contribuições consideravelmente menores dos segmentos de Materiais e Químicos. Nesses segmentos, tivemos margens excepcionalmente altas de isocianatos e sólidas margens do cracker no primeiro trimestre do ano anterior", disse Brudermüller. O EBIT antes dos itens extraordinários também apresentou queda em Outros e no segmento de Nutrição & Cuidados, enquanto no segmento de Tecnologias para Superfície os resultados ficaram no mesmo nível do trimestre anterior. Por outro lado, os segmentos de Soluções para Agricultura e Soluções Industriais registram grande melhoria nos resultados.

Solvay alcança EBITDA de 1,150 bilhão de euros no 1S18

O Grupo Solvay alcançou no primeiro semestre de 2018 um faturamento de 5,09 bilhões de euros com um EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de 1,150 bilhão de euros e um free cash flow de 123 milhões de euros, segundo anúncio feito hoje (31/07) pela direção mundial da empresa. A margem de EBITDA permaneceu recorde no semestre, em 23%.

Henkel cresce no primeiro trimestre e melhora ainda mais a margem e EPS

'A Henkel teve um desempenho positivo no primeiro trimestre de 2018 apesar das dificuldades nas entregas nos negócios de consumo na América do Norte. Crescemos organicamente em vendas e melhoramos ainda mais a margem EBIT ajustada. Melhoramos os ganhos por ação preferencial apesar dos efeitos negativos do câmbio. Com base nesse resultado, confirmamos nossa diretriz para o ano fiscal de 2018. Estamos comprometidos a seguir com nosso crescimento sustentável', afirma Hans Van Bylen, CEO da Henkel.

Vendas do Grupo BASF aumentaram 12% no 2T17

As vendas do Grupo BASF aumentaram em 12% no segundo trimestre de 2017, indo para € 16,3 bilhões, quando comparadas com o segundo trimestre de 2016, em grande parte devido aos preços e volumes mais elevados. Diante de custos mais elevados de matérias-primas, a empresa elevou os preços de venda em 7%; fato desencadeado principalmente por preços mais altos no segmento de Químicos. O volume de vendas aumentou em 3%. Os efeitos cambiais causaram um impacto positivo nas vendas e, assim como os efeitos relacionados ao portfólio, representaram um aumento de 1%.

Lucro operacional da Henkel atinge € 854 milhões no 1T17

No primeiro trimestre de 2017, a Henkel aumentou significativamente as vendas, os ganhos e o retorno ajustado sobre as vendas. Pela primeira vez, as vendas trimestrais da empresa química ultrapassaram a marca dos 5 bilhões de euros, somando 5.064 milhões de euros, com um crescimento orgânico de 4% em relação ao mesmo período do ano passado. O lucro operacional ajustado também alcançou novo patamar – 854 milhões de euros. As três unidades de negócios e todas as regiões contribuíram para este desempenho.

GTM completa aquisição da quantiQ no Brasil

A GTM Holdings, S.A. (GTM), uma das maiores distribuidoras de produtos químicos da América Latina, anuncia a conclusão da aquisição da maior distribuidora de produtos químicos do Brasil, quantiQ, que pertencia à Braskem, a maior petroquímica das Américas, após aprovação pela autoridade brasileira de concorrência, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Assinar este feed RSS