Petrobras demite funcionários com prisão decretada na Lava Jato

A Petrobras divulgou na noite de ontem (5) que demitiu por justa causa os funcionários "contra quem existem fortes evidências de envolvimento em irregularidades apuradas no âmbito da 57ª Fase da Operação Lava Jato". Batizada de Sem Limites, a etapa da operação deflagrada ontem contava com dois mandados de prisão contra funcionários que continuavam atuando na companhia.

Petrobras investirá US$ 84,1 bi nos próximos cinco anos

A Petrobras anunciou que seu Conselho de Administração aprovou, em reunião realizada ontem, 04/12, o Planejamento Estratégico com visão até 2040 e o Plano de Negócios e Gestão para o período de 2019 a 2023. Nos próximos cinco anos, a companhia investirá US$ 84,1 bilhões em suas atividades produtivas, cerca de US$ 10 bilhões a mais do que o previsto em seu último plano de negócios. 

Petrobras informa redução no preço médio do diesel

A Petrobras informa que o preço médio do diesel praticado pela companhia em suas refinarias e terminais passará a ser de R$ 1,7984 por litro, no período de 29/11/2018 a 15/12/2018, uma redução de 15,3%, em decorrência da aplicação da metodologia estabelecida pela Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) na Resolução nº 743/2018.

Produção de óleo e gás da Petrobras cresce em outubro

A Petrobras anunciou que, em outubro, a sua produção total de petróleo e gás, incluindo líquidos de gás natural (LGN), foi de 2,66 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), sendo 2,54 milhões boed produzidos no Brasil e 119 mil boed no exterior.

Roberto Castello Branco deve assumir presidência da Petrobras

O economista Roberto Castello Branco deve assumir o comando da Petrobras por indicação de Paulo Guedes, confirmado para o Ministério da Economia (que deve englobar Fazenda, Planejamento, Indústria e Comércio Exterior). A informação foi divulgada hoje (19) pela equipe de Guedes.

Petrobras registra maior lucro líquido desde 2011

A Petrobras registrou lucro líquido de R$ 23,7 bilhões nos nove primeiros meses deste ano, maior valor desde 2011 e 4,7 vezes superior ao mesmo período do ano anterior. O EBITDA ajustado (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu o recorde histórico, de R$ 85,7 bilhões, com margem de 33%. 

Assinar este feed RSS