Ibovespa sobe com dólar e Petrobras

O principal índice acionário da BM&FBovespa, o Ibovespa, apresenta ganhos nesta quarta-feira, 22, em linha com o exterior. Há pouco, o índice, operava com alta de 0,41%, aos 63.235 pontos. O giro financeiro da bolsa marcava R$ 6.472 bilhões.

Petrobras vai manter redução de custos e atual política de preços, diz Parente

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, disse nesta terça-feira (21) que a empresa manterá o foco na redução de custos e a política de preços conforme tem sido praticada, apesar de considerar que os resultados de 2016 foram, do ponto de vista operacional, muito positivos. Para ele, essa decisão dá à Petrobras “um quadro de previsibilidade importante”.

Petrobras lucra R$ 2,5 bi no 4T16

A Petrobras registrou lucro líquido de R$ 2,5 bilhões no último trimestre de 2016. De acordo com a companhia, esse resultado permitiu reverter o prejuízo de R$ 16,4 bilhões dos três meses anteriores. A petrolífera apresentou prejuízo de R$ 14,8 bilhões no ano passado, uma queda em relação ao ano anterior quando a perda ficou em R$ 34,8 bilhões. O resultado, segundo a companhia foi influenciado pelo impairment de ativos (reavaliação de ativos antes de contabilizá-los) e de investimentos em coligadas, que somaram R$ 20,8 bilhões.

ANP divulga pedido de waiver da Petrobras para Libra, mas não há detalhamento de preços do Brasil com o exterior

A ANP abriu consulta pública do pedido de waiver (perdão pelo descumprimento) do conteúdo local do FPSO piloto de Libra, feito pela Petrobras, mas o documento apresentado não detalha os valores ofertados pelas empresas afretadoras, o que seria a base da afirmação do presidente da estatal, Pedro Parente, de que a construção no Brasil seria 40% mais cara do que no exterior.

Além disso, o texto apresenta dados que não levam em conta diversos fornecimentos já realizados no País com alto índice de conteúdo local, inclusive com um estudo para mostrar a situação dos estaleiros brasileiros datado de agosto de 2015, sem que essas empresas fossem ouvidas para a licitação de Libra.

(Redação - Agência IN)

Petrobras revisa preços dos combustíveis

De acordo com a política de preços anunciada pela Petrobras em outubro de 2016, o Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) decidiu reduzir o preço do diesel nas refinarias em 5,1%, em média, e da gasolina em 1,4%, em média. Os novos valores começam a ser aplicados a partir de 27/01/2017.

Petrobras atinge sua meta de produção pelo segundo ano consecutivo

A Petrobras informou nesta quarta-feira (11) que a produção média de petróleo da companhia no Brasil atingiu, em 2016, recorde histórico anual, alcançando a marca de 2.144.256 barris por dia (bpd), 0,75% acima do resultado do ano anterior e em linha com a meta de 2,145 milhões bpd prevista para o período. Pelo segundo ano consecutivo, a Petrobras cumpre o planejamento previsto, reforçando o compromisso com a previsibilidade de suas projeções.

Petrobras anuncia revisão nos preços dos combustíveis

De acordo com a política de preços anunciada pela Petrobras em outubro de 2016, o Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) decidiu elevar o preço do diesel nas refinarias em 6,1%, em média. Os novos valores começam a ser aplicados a partir de 06/01/2017. O preço da gasolina nas refinarias ficou inalterado.

Assinar este feed RSS