O desperdício de papel em escritórios

Papéis de escritório estão entre os tipos mais valiosos para a reciclagem de papel, porque a cobertura de tinta normalmente é pequena (em geral, textos) e porque tinta de impressora e caneta são fáceis de serem removidas.

Reciclar papel contribui na redução do consumo de água

Ao contrário do que diz o senso comum, o acesso a tecnologias como a internet e o e-mail estão contribuindo para o aumento do consumo de papel, uma vez que a maioria das pessoas ainda prefere ler textos e livros em meio físico do que em meio eletrônico. Por isso, é cada vez mais importante o trabalho feito pelas empresas na reciclagem dos diversos tipos de papel, contribuindo para que haja um menor impacto no meio ambiente.

Fibria e Klabin anunciam contrato para fornecimento de fibra curta

A Fibria e a Klabin anunciam que aprovaram a celebração de um contrato para fornecimento de celulose de eucalipto (fibra curta), que será produzida na nova fábrica da Klabin em construção na cidade de Ortigueira, no Paraná (Projeto Puma). Com capacidade de produção de 1,5 milhão de toneladas, sendo 1,1 milhão de celulose de fibra curta, a fábrica tem seu início de operação previsto para 2016.

Lucro Líquido da Celulose Irani no 1T15 foi de R$ 3,1 milhões

A Celulose Irani entra no primeiro trimestre de 2015 com resultados consistentes, mesmo diante de um cenário econômico desafiador. No trimestre, o EBITDA ajustado totalizou R$ 43,7 milhões, o que representa um avanço de 39,2% em relação ao 1T14, com margem de 23,9%, demonstrando a boa performance operacional alcançada no período. O resultado é fruto do volume de vendas do segmento de Embalagem de Papelão Ondulado, que ficou estável quando comparado ao mesmo período do ano anterior, combinado com melhor comportamento dos custos.  

Suzano anuncia investimentos de R$ 1,5 bilhão em 2015

Nesta sexta-feira, 28, a Suzano Papel e Celulose anunciou que irá investir R$ 1,5 bilhão em 2015, sendo R$ 1,05 bilhão para manutenção, R$ 50 milhões da parcela de pagamento do Vale Florestar e R$ 390 milhões direcionados a projetos que visam melhorar a competitividade estrutural da companhia.

Ebitda ajustado da Irani atinge R$ 41,7 milhões no 3T14

A Celulose Irani divulga seus números referentes ao 3T14, quando o EBITDA totalizou R$ 41,7 milhões, um aumento de 14,4% em relação ao 3T13 e margem de 21,5%. Nos 9M14, alcançou R$ 107,6 milhões, 13,5% superior ao realizado no mesmo período de 2013.

Assinar este feed RSS