Movida retifica valores de ações destinadas aos JCP

A Movida Participações S.A. anunciou, em retificação ao Aviso aos Acionistas divulgado em 29 de março de 2019, que o valor por ação destinado ao pagamento de juros sobre o capital próprio ('JCP'), aprovado em Reunião do Conselho de Administração da Companhia realizada em 29 de março de 2019, foi alterado de R$0,076228950 para R$0,076203297; permanecendo inalterado o valor bruto total do JCP.

(Redação - Investimentos e Notícias)

Movida conclui a 4ª emissão de debêntures simples

Movida Participações S.A., sociedade por ações de capital aberto, informa que, em 27 de junho de 2019, foi concluída a sua 4ª (quarta) emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em até 3 (três) séries, no valor de R$700.000.000,00, com valor nominal unitário de R$ 1.000,00 na data da emissão, as quais foram objeto de distribuição pública com esforços restritos, nos termos da Instrução da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) nº 476, de 16 de janeiro de 2009, conforme alterada, sob o regime de garantia firme de colocação para o valor total da emissão pelas instituições intermediárias (“Oferta Restrita”), cuja realização foi noticiada em fato relevante divulgado em 28 de maio de 2019.

Movida registra o melhor primeiro trimestre da história

A Movida começou 2019 registrando o melhor primeiro trimestre da sua história. Considerando o acumulado dos últimos 12 meses, todos os principais indicadores bateram recordes no primeiro trimestre de 2019 na comparação com o mesmo período do ano passado: o lucro líquido atingiu R$ 175 milhões (+143%), o EBTIDA registrou R$ 529 milhões (+54%), o Retorno sobre o Patrimônio dos últimos 12 meses (ROE LTM) entregou 11,8% (+ 6,1 p.p.) e a receita bruta 2,9 bilhões (+13%). O Retorno sobre o capital (ROIC LTM) também atingiu o maior valor histórico de 11,2% (+ 2,2 p.p.) representando um spread histórico de 5,7 p.p. sobre de custo de dívida. Este é o sétimo trimestre consecutivo em que os resultados acumulados (LTM) apresentam crescimento, o que ressalta a solidez e força da companhia.

Cade aprova aquisição pela Movida de ativos do Grupo Avis Budget

A Movida anunciou que a Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica ("CADE") aprovou, sem restrições, no âmbito do Ato de Concentração nº 08700.006055/2018-85, a aquisição pela Movida de ativos detidos pelo Grupo Avis Budget, representado pela Avis Budget Brasil S.A. A decisão da CADE é definitiva e já transitou em julgado.

Movida registra lucro líquido recorde de R$ 41 milhões no 3T18

A Movida fechou o período de julho a setembro de 2018 com diversos recordes. O lucro líquido atingiu R$ 41 milhões (+192,6% em relação ao 3T17), o maior desde a criação da companhia em 2006. Um dos principais destaques do resultado foi a evolução da rentabilidade, com ROIC LTM alcançando mais de 10% (2 pontos percentuais acima do mesmo período do ano passado). Desta forma, foi possível superar em 4,4 pontos percentuais o custo de dívida, outro recorde que confirmou a geração de valor da Companhia. O EBITDA consolidado também alcançou valores inéditos, com R$119,4 milhões no 3T18 (aumento de 41,8% em comparação ao 3T17).

Movida anuncia programa de recompra de ações

A Movida Participações anunciou que o Conselho de Administração aprovou o Programa de Recompra de Ações de emissão da Companhia. O Programa de Recompra de Ações tem por objetivo a maximização de valor ao acionista, sem redução do capital social, sendo as ações adquiridas utilizadas para manutenção em tesouraria, cancelamento, alienação e/ou para atender o eventual exercício de opções no âmbito da remuneração baseada em ações. A recompra de ações implicará no aumento da participação dos acionistas nos eventuais dividendos e juros sobre capital próprio distribuídos pela Companhia.

Assinar este feed RSS