Volume de fusões e aquisições no Brasil tem queda de 27% nos primeiros oito meses de 2018

Se o primeiro quadrimestre de 2018 apontava para um ano de crescimento no volume de fusões e aquisições no Brasil, após movimentos como os da Suzano Papel e Celulose, da Kroton Educacional e da Eletropaulo, a tendência não se confirmou com o decorrer do ano, à medida que as incertezas eleitorais foram ganhando mais destaque. Ao final do segundo quadrimestre, o ano de 2018 já acumula queda de 27% no volume de fusões e aquisições quando comparado aos oito primeiros meses de 2017, segundo levantamento realizado pela Thomson Reuters Deals Intelligence.

KPMG prevê intensificação de fusões e aquisições em 2018

O Relatório Anual Perspectivas em F&A, (M&A Predictor Annual Report, em inglês), estudo da KPMG Internacional sobre Fusões e Aquisições, prevê 2018 com intensa atividade global no fechamento de negócios e aumento no apetite e na capacidade de realização de fusões e aquisições de 5 e 17%, respectivamente. Tal desempenho é bom se comparado com 2017, quando o apetite por fusões e aquisições permaneceu relativamente estável em 1%.

Volume de fusões e aquisições cresce no 1º semestre

Os anúncios de negócios envolvendo fusões e aquisições atingiram volume de R$ 84 bilhões no primeiro semestre deste ano. O total é o maior para o período desde 2010, de acordo com as estatísticas da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) divulgadas hoje. Até junho de 2018 foram realizadas 43 operações, incluindo aquisições de controle, incorporações e vendas de participações minoritárias.

Fusões e aquisições movimentam R$ 195 bi em 2017

Os anúncios de compra e venda de participação envolvendo empresas brasileiras movimentaram, ao longo de 2017, R$ 194,93 bilhões, o maior valor acumulado em um ano desde 2013. De acordo com o Relatório Anual da Transactional Track Record, em parceria com a LexisNexis e TozziniFreire Advogados, foram registradas, de janeiro a dezembro, 1096 transações, alta de 5,69% em comparação ao reportado no ano anterior.

Fusões e aquisições caem 20% no Brasil em novembro

De acordo com o Relatório Mensal da Transactional Track Record, em parceria com a LexisNexis e TozziniFreire Advogados, o mercado brasileiro fechou o mês de novembro com 76 transações, uma queda de 20% em relação ao mesmo período de 2016. Destas, 32 tiveram seus valores revelados, totalizando R$ 4,09 bilhões, uma queda acentuada de 66,94% quando comparada ao mesmo intervalo do ano anterior.

Fusões e aquisições já somam R$ 111 bilhões em 2017

O mercado brasileiro de fusões e aquisições registrou em abril 73 transações, uma queda de 14% na comparação com o mesmo mês de 2016. Entretanto, o saldo de 2017 permaneceu positivo, segundo o Relatório da Transactional Track Record em colaboração com LexisNexis e TozziniFreire Advogados, já que os quatro primeiros meses do ano contabilizaram 342 operações, um aumento de quase 5%.

Assinar este feed RSS