Farmácias terão status de postos de saúde

O Senado Federal aprovou ontem (16/07) à noite Projeto de Lei que obriga farmácias, drogarias e postos de dispensação de medicamentos a ter presença de farmacêuticos responsáveis durante todo o período de atendimento. A nova lei eleva à categoria de posto de saúde estabelecimentos que comercializem ou manipulem medicamentos industrializados, magistrais, oficinais e farmacopéicos, insumos farmacêuticos, cosméticos e produtos farmacêuticos e correlatos. O Projeto de Lei 41/1993 foi aprovado na Câmara dos Deputados no início de julho e, agora, de forma definitiva pelo Congresso Nacional. A partir de sua sanção presidencial e publicação no Diário Oficial, os estabelecimentos terão um ano para se ajustarem às novas regras.

Senado aprova projeto que regulamenta funcionamento das farmácias

Projeto de lei que regulamenta a assistência farmacêutica e obriga a presença de um profissional de nível superior em farmácia (farmacêutico) durante todo o horário de funcionamento das farmácias ou drogarias foi aprovado ontem (16) pelo Senado. A matéria tramitou por mais de 20 anos no Congresso, e agora seguirá para sanção da presidenta Dilma Rousseff.

  • Publicado em Saúde

Venda de medicamentos registra aumento no 2º trimestre

Diariamente milhões de brasileiros procuram por algum tipo de medicamento exposto nos balcões e prateleiras das farmácias e drogarias do país. Este aquecimento nas vendas possibilitou fechar o segundo trimestre do ano com resultados positivos. De acordo com os dados do IMS Health, as vendas de medicamentos neste período tiveram um aumento de 5,5% em relação ao mesmo período do ano anterior. As unidades de medicamentos vendidas no segundo trimestre foram de aproximadamente 765,9 milhões contra 726 milhões em relação ao mesmo período do ano anterior.

Assinar este feed RSS