Setor privado dos EUA cria menos empregos em janeiro

O setor privado dos Estados Unidos gerou 234 mil postos de trabalho em janeiro deste ano, ante o mês anterior, segundo dados divulgados hoje na pesquisa ADP Employment. O resultado veio acima do que o previsto por analistas, que estimavam a abertura de 185 mil empregos no mês.

Setor privado dos EUA cria mais empregos em dezembro

O setor privado dos Estados Unidos gerou 250 mil postos de trabalho em dezembro de 2017, ante o mês anterior, segundo dados divulgados hoje na pesquisa ADP Employment. O resultado veio acima do que o previsto por analistas, que estimavam a abertura de 190 mil empregos no mês.

Indústria paulista perde 10.500 vagas em novembro

A indústria paulista perdeu 10.500 postos de trabalho em novembro, queda de 0,49% em relação ao mês anterior, na série sem ajuste sazonal. Apesar do saldo negativo, esse resultado para o mês é o melhor apresentado nos últimos quatro anos. Em novembro de 2014, o recuo chegou a 1,44%, com a demissão de 37.000 trabalhadores. No acumulado do ano, o saldo ficou negativo, com o corte de 2 mil empregos (-0,10%). Já com ajuste para o mês, o saldo fica positivo (0,04%). Os dados são da pesquisa de Nível de Emprego do Estado de São Paulo divulgados nesta terça-feira (12/12) pelo Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da Fiesp e do Ciesp (Depecon).

Atacado paulista cria 305 vagas formais em setembro

Em setembro, pelo sexto mês consecutivo o comércio atacadista no Estado de São Paulo abriu postos de trabalho. Foram 305 novos empregos com carteira assinada, saldo de 14.100 admissões e 13.795 desligamentos no período, o melhor resultado para o mês desde 2014. O setor encerrou o mês com um estoque total de 496.911 trabalhadores formais. No saldo acumulado de janeiro a setembro de 2017, 4.969 vagas formais foram abertas, cenário oposto ao observado no mesmo período de 2015 e 2016, quando 9.570 e 6.532 empregos formais foram eliminados. Nos últimos 12 meses, o saldo ficou positivo em 4.027 empregos.

Setor privado dos EUA cria mais empregos em outubro

O setor privado dos Estados Unidos gerou 235 mil postos de trabalho em outubro deste ano, ante o mês anterior, segundo dados divulgados hoje na pesquisa ADP Employment. O resultado veio acima do que o previsto por analistas, que estimavam a abertura de 200 mil empregos no mês.

Setor têxtil registra saldo positivo de empregos

No período compreendido entre outubro de 2016 e setembro de 2017, o setor têxtil e de vestuário foi o único da indústria de transformação e um dos quatro do Brasil, ao lado de serviços médico-odontológicos, comércio atacadista e agricultura, que apresentaram saldo positivo de postos de trabalho. É o que se observa nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) divulgados esta semana.

Indústria paulista fecha 2,5 mil vagas de emprego em agosto

O emprego na indústria paulista apresentou em agosto mais um mês de estabilidade, ao apresentar pequena variação negativa de 0,11%, fechamento de 2,5 mil postos de trabalho, na série sem ajuste sazonal. Na análise com ajuste, a oscilação também ficou no campo estável, -0,01%. Já na comparação com o mesmo mês do ano passado, há leve queda de 3,27%. Contudo, no acumulado do ano, o saldo apurado segue positivo em 5,5 mil postos de trabalho (0,26%), melhor resultado para o período de janeiro a agosto desde 2013, quando foram contratados 40,5 mil trabalhadores (1,55%). Os dados são da pesquisa de Nível de Emprego do Estado de São Paulo divulgados nesta segunda-feira (11/9) pela Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Ciesp (Depecon).

Assinar este feed RSS