Economistas acreditam que haverá moderação nas concessões de crédito

As previsões para o crescimento da economia brasileira continuam sofrendo revisão para baixo, influenciadas pelo fraco desempenho do setor industrial. De acordo com a Pesquisa FEBRABAN de Projeções Macroeconômicas e Expectativas de Mercado, que ouviu 28 economistas de bancos no período de 06 a 10 de junho, a expectativa é de um avanço do PIB de 1,4% - na pesquisa anterior, realizada em abril, a estimativa era 1,8%. Para 2015, a previsão para o PIB recuou de 2,2% na pesquisa anterior para 1,7% nesta pesquisa. A Pesquisa foi divulgada nesta sexta-feira (13).

Assinar este feed RSS