Novo e-commerce foca em cervejas artesanais curitibanas

Nos últimos anos, a cidade de Curitiba se consolidou como o maior polo brasileiro de cervejas artesanais. Reunindo algumas das mais inovadoras e premiadas cervejarias do país, a capital paranaense se transformou em uma grande referência oferecendo rótulos que seguem dos mais variados estilos sempre com muita criatividade e excelência. Pensando neste mercado em franca expansão, os empresários Maurício Marques e Vinicius França acabam de lançar o Local Beer, e-commerce que tem como foco cervejas artesanais curitibanas, com entrega em todo o Brasil.

 

E-commerce nacional deve crescer até 12% em 2017

Com os diversos avanços tecnológicos dos últimos anos, a cultura de vendas passou por uma grande transformação. Atualmente o comércio eletrônico ou e-commerces, como são chamados, vêm ganhando força e usuários.

Netshoes e Zattini encabeçam lista de sites recomendados

O IBOPE CONECTA e o IBOPE DTM realizaram o estudo Customer Experience Report (CX Report) para comparar os 34 principais sites de e-commerce do Brasil e descobrir a satisfação e a experiência dos consumidores no ambiente online. Pelo estudo, o comércio eletrônico com índice mais alto é a Netshoes, com 71% de clientes que recomendam a marca, resultado 36% maior do que a média (52%) dos e-commerces pesquisados. Em segundo lugar está a loja de moda Zattini, também do Grupo Netshoes, com 69%, seguido pela Saraiva (64%).

Marketplace registra crescimento de 24% nos últimos quatro meses

Entre setembro e dezembro de 2016, o total de sellers – vendedores que disponibilizam seus produtos dentro de um Marketplace – cresceu cerca de 24%. Em números absolutos, esse valor refere-se a 5.017 em setembro, no início da análise, e 6.246 em dezembro, no final. Os dados são do estudo Panorama dos Marketplaces no Brasil, realizado pela Precifica, em parceria com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). O rápido crescimento deve-se à popularização do modelo virtual de negócio no país, que, por conta das facilidades e benefícios, tem atraído diversos empreendedores.

Crescimento do e-commerce resiste mesmo com desempenho volátil do varejo

O feriado de Natal teve pouca relevância em elevar os gastos dos consumidores, que terminaram 2016 ainda sofrendo os reflexos da crise econômica do Brasil. Em dezembro, as vendas totais de varejo caíram 3,5% em relação ao mesmo período do ano passado, com vendas totais ao longo do quarto trimestre caindo 4,6% comparadas aos mesmos meses em 2015, em comparação à queda de 3,6% do terceiro trimestre, em relação ao ano anterior. As vendas do ano caíram 4,5% na comparação com 2015.

SP registra alta no faturamento do comércio eletrônico

Depois de apresentar recuperação no faturamento em algumas regiões do interior paulista no segundo trimestre, o comércio eletrônico em 16 regiões do Estado de São Paulo, incluindo a região metropolitana de São Paulo (RMSP), apresentou queda em 15 delas no terceiro trimestre de 2016. Os dados são da pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), realizada por meio do seu Conselho de Comércio Eletrônico, em parceria com a Ebit. De julho a setembro, apenas a Capital (17,9%) registrou elevação no faturamento na comparação com o mesmo período de 2015. Os destaques negativos foram observados nas regiões de Marília (-37,3%), Taubaté (-31,4%) e Litoral (-30,3%). 

Assinar este feed RSS