Quanto maior a escolaridade, menor o desemprego, diz Caged

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) confirmam: quem tem mais escolaridade sofre menos com o desemprego. De janeiro a maio deste ano, quando o emprego formal começou a apresentar saldos positivos, apenas os trabalhadores que tinham até o ensino fundamental (completo ou incompleto) não acompanharam esse crescimento. Entre as pessoas com ensino médio e ensino superior, mesmo incompleto, o saldo de vagas foi positivo.

Taxa de desemprego no Reino Unido registra 4,5% em maio

A taxa de desemprego do Reino Unido ficou em 4,5% nos três meses encerrados em maio, ante taxa de 4,6%, segundo informações divulgadas hoje pela Agência de Estatísticas do país, National Statistics. Analistas previam estabilidade do indicador.

(Redação - Agência IN)

Taxa de desemprego fica em 4,4% nos EUA

A taxa de desemprego nos Estados Unidos ficou em 4,4% em junho, informou o departamento do Trabalho. O número ficou abaixo dos 4,3% de maio e do esperado por analistas (4,3%).

(MR - Agência IN)

Taxa de desocupação é de 13,3% entre março e maio

A taxa de desocupação foi estimada em 13,3% no trimestre março-abril-maio 2017, permanecendo estável em relação ao trimestre dezembro-janeiro-fevereiro, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, quando a taxa foi estimada em 11,2%, o quadro foi de elevação (2,1 pontos percentuais). Esta foi a maior taxa de desocupação para o trimestre terminado em maio desde o início da série da pesquisa, no 1º trimestre de 2012.

Taxa de desemprego no Reino Unido registra 4,6% em abril

A taxa de desemprego do Reino Unido ficou em 4,6% nos três meses encerrados em abril, ante taxa de 4,6%, segundo informações divulgadas hoje pela Agência de Estatísticas do país, National Statistics. Analistas previam estabilidade do indicador.

(Redação - Agência IN)

Desemprego atinge 14 milhões de pessoas em abril

O desemprego ficou em 13,6% no período entre fevereiro e abril deste ano, com o número de pessoas à procura de trabalho chegando a 14 milhões, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esses foram a maior taxa de desocupação e o maior contingente de pessoas desocupadas (sem trabalho e procurando emprego) para um trimestre terminado em abril desde o início da série, em 2012.

Desemprego na Alemanha recua para 5,7%

A taxa de desemprego na Alemanha recuou em maio deste ano, marcando 5,7%, segundo dados divulgados hoje pela Agência Federal de Empregos do país. O resultado veio abaixo das expectativas do mercado (5,8%).

(Michele Rios - Agência IN)

Assinar este feed RSS