Índice Nacional da Construção Civil varia 0,23% em agosto

O Índice Nacional da Construção Civil (SINAPI) apresentou variação de 0,23% em agosto, ficando 0,35 ponto percentual abaixo dos 0,58% do mês de julho, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os últimos doze meses ficaram em 4,24%, resultado estável em relação aos doze meses imediatamente anteriores, quando a taxa foi de 4,25%. Em agosto de 2016 o índice foi 0,24%.

CUB paulista tem alta de 0,13% em agosto

O Custo Unitário Básico (CUB) da construção civil do estado de São Paulo registrou alta de 0,13% em agosto na comparação com o mês anterior. Esta é a quarta alta seguida no indicador. De acordo com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP), o CUB representativo da construção paulista (R8-N) ficou em R$ 1.319,13 por metro quadrado no período. Em 12 meses a alta é de 1,84%.
Dentro da composição do indicador, os custos médios com mão de obra representaram 61,81%, materiais, 34,95% e despesas administrativas 3,24%.

Confiança da Construção avança em agosto, mostra FGV

Índice de Confiança da Construção (ICST) da Fundação Getulio Vargas subiu 1,5 ponto em agosto, alcançando 76,1 pontos, considerando-se dados dessazonalizados. Após a terceira alta consecutiva, o índice passa a acumular ganho de 4,1 pontos no ano.

Índice Nacional de Custo da Construção registra variação de 0,40%

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) registrou, em agosto, taxa de variação de 0,40%, acima do resultado do mês anterior, de 0,22%, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços registrou variação de 0,20%. No mês anterior, a taxa havia sido de 0,03%. O índice referente à Mão de Obra registrou variação de 0,56%. No mês anterior, a taxa de variação foi de 0,37%. 

Melhoram as perspectivas na indústria da construção

O indicador de nível de atividade na indústria da construção cresceu 1,5 ponto, passando de 42,8 pontos em junho para 44,3 pontos em julho, segundo dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O indicador de número de empregados variou 0,8 ponto no mesmo período, passando de 41,8 para 42,6 pontos. Valores abaixo de 50 indicam queda da atividade e do emprego em relação ao mês anterior. Quanto mais abaixo dos 50 pontos, mais intensa e disseminada é a queda.

Índice Nacional da Construção Civil varia 0,58% em julho/2017

O Índice Nacional da Construção Civil (SINAPI) apresentou variação de 0,58% em julho, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa foi a maior taxa do ano de 2017, situando-se 0,20 ponto percentual acima dos 0,38% de junho. Os últimos doze meses ficaram em 4,25%, resultado acima dos 3,86% registrados nos doze meses imediatamente anteriores. Em julho de 2016 o índice foi 0,20%.

Confiança da construção avança em julho

Índice de Confiança da Construção (ICST) da Fundação Getulio Vargas avançou 0,4 ponto em julho, para 74,6 pontos, retornando ao patamar de março de 2017 (76,5 pontos), considerando-se dados ajustados sazonalmente.

Custo da construção civil varia 0,38% em junho

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE, apresentou variação de 0,38% em junho, ficando 0,08 ponto percentual acima da taxa do mês anterior (0,30%). Os últimos 12 meses ficaram em 3,86%, resultado abaixo dos 4,52% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em junho de 2016 o índice foi 1,02%.

Assinar este feed RSS